Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

ECONOMIA

Propostas de produtores rurais sinalizam progresso na infraestrutura do campo em Rondônia

24 de março de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Seminário em Ouro Preto do Oeste ocorreu no dia 19 de março

Seminário em Ouro Preto do Oeste ocorreu no dia 19 de março

As propostas apresentadas por representantes do setor produtivo de Rondônia durante evento realizado na última semana, em Ouro Preto do Oeste, apontam questões relacionadas à modernização da infraestrutura do campo. Cerca de 400 participantes, entre integrantes de associações, cooperativas, grandes e pequenos empreendedores rurais foram envolvidos na programação preparada pela equipe do governo de Rondônia com base nas próprias necessidades do público – alvo, identificadas anteriormente por meio de pesquisa de campo.

O Seminário de Incentivo ao Setor Produtivo teve como principal objetivo debater com os segmentos como direcionar o valor de R$ 50 milhões disponibilizados pelo governo do Estado, por meio do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioecnonômica (Pidise). No levantamento prévio das demandas apresentadas pelos participantes, aparecem proposituras sobre logística de distribuição do calcário, aquisição de silos para grãos, frigoríficos de piscicultura, centros de distribuição de produtos agrícolas, maquinários, veículos de grande porte e apoio tecnológico de análise de solo e água.

Segundo o coordenador do Seminário de Incentivo ao Setor Produtivo, Natan Oliveira, o eixo de discussões do evento também foi pautado no direcionamento do governador Confúcio Moura para o novo momento da política cafeeira e cacaueira no Estado, além de ressaltar o programa “Mais Semente”, do Banco do Povo.

Representantes do setor produtivo

Representantes do setor produtivo rondoniense participam do seminário

CONCRETIZAÇÃO

O secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), George Braga, lembrou que o evento funcionou como uma reunião de trabalho e possibilitou a participação do público tanto em plenária como no preenchimento de questionários. “No gabinete não é possível ouvir quem esta na ponta e conhecer a realidade do campo. E este foi um processo de ouvir os representantes do setor produtivo, determinado pelo governador para que os recursos sejam aplicados da melhor forma possível”, explicou.

George ressaltou que o valor de R$ 50 milhões é além dos recursos existentes no orçamento do Estado para o setor produtivo. “São R$200 milhões distribuídos entre os órgãos que têm os trabalhos direcionados para os segmentos como a Emater, Seagri, Idaron e Sedam”, lembrou.

O próximo passo para concretizar as demandas apresentadas no evento será a formação de uma mesa integradora na Sepog com objetivo de compilar e analisar as prioridades das cadeias produtivas. “A partir deste processo vamos iniciar as dinâmicas dos projetos e direcionar aos órgãos estaduais de acordo com as competências de cada um para que possamos executá-los”, disse Natan.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Jane Carla
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Infraestrutura, Piscicultura, Rondônia, Sociedade, Terceiro Setor


Compartilhe