Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

EDUCAÇÃO

Rádio Falante da Escola Orlando Freire contabiliza duas premiações em seis anos de programação em Porto Velho

25 de abril de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

PROJETO_RADIO_FALANTE_20042016_FOTOS_MAICONLEMES (10)

Equipamentos foram adquiridos pela própria escola

Há seis anos, o radialista Reinaldo Ramos iniciou, na Escola Estadual Orlando Freire, o projeto Rádio Falante com a proposta de facilitar a comunicação entre a comunidade escolar. O primeiro programa, em caráter experimental, foi ar no dia 10 de abril de 2010.

“Ficamos um mês em fase de teste, definindo qual seria o projeto editorial da rádio. Em maio entramos no ar definitivo, trazendo para a escola uma proposta diferente que, além de música e recadinhos, leva informações e notícias para os alunos e funcionários”, explicou Reinaldo, que hoje é o coordenador da Rádio Falante e da TV Paredão.

A TV Paredão é fruto da Rádio Falante, que surgiu da curiosidade dos alunos em querer saber quem estava sendo entrevistado no estúdio da rádio. “Os alunos ouviam os entrevistados e ficavam curiosos para ver a pessoa que estava falando. Como não temos espaço para todos no estúdio, colocamos um monitor no pátio que transmite em tempo real todas as entrevistas feitas na rádio, assim surgiu a TV Paredão, que virou sucesso entre os alunos”, comentou Reinaldo.

O projeto foi implantado a custo zero. Os equipamentos para montar a rádio foram retirados do depósito da escola que já tinha o material guardado de antigos programas, como o Amigos da Escola.

A rádio funciona com a colaboração de oito alunos do 8º e 9º anos, que são capacitados para desempenhar os papéis de apresentador, operador de áudio e repórter.

Além de promover a educomunicação, metodologia pedagógica que propõe o uso de recursos tecnológicos modernos e técnicas da comunicação na aprendizagem por meio da mídia, a Rádio Falante ajuda os alunos a descobrir uma vocação.

A aluna e apresentadora, Raquel Marinho, conta que seu sonho é ser radialista, e estar no projeto Rádio Falante é a porta de entrada para concretizar esse sonho. “Quando ingressei na Escola Orlando Freire fiquei apaixonada pelo projeto da rádio e me ofereci para participar. Estou aprendendo cada dia mais sobre comunicação e programa de rádio, e agora tenho mais certeza que quero mesmo ser radialista”, declarou.

A rádio funciona com a colaboração dos alunos

A rádio funciona com a colaboração dos alunos

Daniel Oliveira é aluno do 9º ano e operador de áudio da rádio, ele disse que entrou no projeto sem saber nada sobre técnicas de áudio para rádio. “Aprendi tudo em poucos dias com o Reinaldo, e hoje me sinto muito feliz em colaborar com um projeto que é importante para a escola e para os alunos”, frisou.

CONQUISTAS

Atuando há seis anos, a Rádio Falante já coleciona prêmios e conquistas, tanto em Rondônia quanto fora do estado. “Recebemos sete prêmios desde a criação da rádio, e já fomos pauta para diversos veículos de comunicação que divulgaram o projeto nacionalmente”, destacou o coordenador do projeto.

Entre os prêmios, a rádio recebeu dois votos de louvor concedidos pela Assembleia Legislativa e o “Construindo a Nação 2012/2013″ do Sebrae de São Paulo.

O projeto extrapolou os muros da escola e ganhou um programa semanal, aos sábados, na rádio Transamazônica FM 105,9 das 14h às 16h, apresentado por Reinaldo Ramos e Suely Souza.

A dinâmica da Rádio Falante não para por aí. Segundo Reinaldo, o próximo passo é produzir um documentário e um livro contando a história do projeto.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Luana Lopes
Fotos: Maicon Lemos
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura, Educação, Governo, Inclusão Social, Rondônia


Compartilhe