Governo de Rondônia
Sábado, 19 de junho de 2021

INFRAESTRUTURA

Recurso para pavimentação da RO-370, em Corumbiara, é articulado junto ao BNDES

29 de dezembro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

O trecho de 140 km da RO-370, partindo do município de Corumbiara até o distrito de Vila do Bosco (Alto Alegre dos Parecis), localizado no cone sul de Rondônia, deverá ser pavimentado no próximo ano com recursos do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconomica (Pidise) e contrapartida do Governo do Estado. Para viabilização financeira da proposta, o secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), George Braga, e a coordenadora técnica do Núcleo de Gestão de Projetos da Sepog, Maria Emilia, estiveram reunidos com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Socioeconomico (BNDES), a diretora Marilene de Oliveira e o superintendente Gabriel Rangel na última semana.

No encontro, foram debatidas as vantagens econômica, social e ambiental do empreendimento a partir de um panorama de impactos positivos apresentados pelos representantes do Governo do Estado. O BNDES é a instituição financeira responsável pela viabilização dos recursos do PIDISE, programa implantado pelo executivo estadual para melhorar a infraestrutura pública de Rondônia e potencializar o desenvolvimento em todas as áreas consideradas estratégicas.

George Braga explica que o trecho faz parte da conhecida Rodovia do Progresso que tem início no município de Cabixi até a cidade de Parecis e representa uma das principais rotas de escoamento da produção agropecuária do cone sul e zona da mata. “A rodovia abrange 27 municípios de Rondônia representando 52% do Estado, influenciando direta e indiretamente aproximadamente 525 mil habitantes. Cerca de Cinco mil caminhões/carretas transitam anualmente por esta rodovia, transportando grãos, gado, insumos, ração para animais, entre outros”, disse George.

Com valor de R$ 272 milhões, além de agilizar e proporcionar qualidade no transporte de cargas, a pavimentação do trecho vai permitir o desenvolvimento integrado da região contribuindo para o crescimento do estado e qualidade de vida das pessoas. “Rondônia é um dos poucos estados da federação que incorporou na sua constituição os princípios do desenvolvimento sustentável e o investimento neste projeto vai de encontro com esta diretriz materializada no Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável (PDES), que prevê os caminhos de investimentos para o progresso de Rondônia até 2030”, lembrou George.

Neste contexto, a equipe de Rondônia protocolou o Instrumento de Intervenção e Solicitação de Autorização (IISA), documento que faz parte das exigências contratuais de financiamento com a instituição financeira para utilização dos recursos no âmbito do Pidise. “Conseguimos sensibilizar os representantes da instituição ao apresentarmos o cronograma de trabalho e toda a programação do projeto fundamentados na estrutura e equipes que temos hoje e no desenvolvimento que a intervenção proporcionará, por isso estamos otimistas com a aprovação”, destacou Maria Emilia.

Na oportunidade, Marilene expressou satisfação ao receber a equipe de Rondônia e sinalizou a viabilização do projeto. “É sempre uma satisfação receber a equipe deste estado que tem sido exemplo de uma gestão séria e com resultados nos projetos que o banco apóia. O BNDES quer continuar apoiando o  desenvolvimento de Rondônia”, destacou a diretora.

Leia mais:
Programa para restauração das rodovias estaduais é realizado em três etapas em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Reprodução
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agropecuária, Economia, Governo, Infraestrutura, Obras, Rondônia, Sociedade


Compartilhe