Governo de Rondônia
Quarta, 03 de março de 2021

MAIO AMARELO

Redução de 42% em acidentes de trânsito com morte mostra que Detran tem condições de se manter como exemplo, diz Confúcio Moura

03 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

A redução em 42% do número de acidentes com mortes no trânsito desde o advento da Lei Seca, em Rondônia, e a capacidade da direção do Departamento Estadual de Transito (Detran-RO) de induzir “uma onda positiva para todos os funcionários e Ciretrans [Circunscrição Regional de Trânsito]” com foco na maior consciência e responsabilidade no transito levaram o governador Confúcio Moura a concluir que a autarquia está em condição de se manter como exemplo no País.

Governador Confúcio destacou atuação do Departamento de Trânsito no cumprimento da Lei Seca

Governador Confúcio destacou atuação do Departamento de Trânsito no cumprimento da Lei Seca

“O resultado no ranking vem de uma mobilização por  meio dos diretores, e esse resultado é muito positivo. Uma queda de 42% é inacreditável. Mostra que, com o trabalho de vocês, deram certo a Lei Seca e os programas de educação no transito”, disse Confúcio no lançamento da campanha Maio Amarelo – Atenção pela Vida, na manhã desta terça-feira (2), na sede do Detran em Porto Velho, quando ocorreu também a entrega de motos e veículos para atividades de fiscalização e educação no trânsito.

Em 2012, Rondônia era o penúltimo lugar no ranking de redução de acidentes com mortes, passando para o primeiro lugar no ano passado.

O governador disse que irá encaminhar para a Assembleia Legislativa proposta de lei para regulamentar alguns pontos da lei seca, disciplinando ações no interior do estado com o limitado quadro de recursos humanos que o Detran dispõe, o que deverá acontecer ainda nesta semana, segundo o diretor Técnico e de Operações Hugo Correia.

O governador disse, também, que um acidente de trânsito é terrivelmente prejudicial. “Imagina uma família que tem  um parente acidentado. A mãe logo indaga se o filho está vivo, sai desesperada, esperando sempre o pior. E ela, muitas vezes, vai encontrar o pior. É um traumatismo, é uma fratura, é a UTI, é um ano de médico, se vivo estiver. É um prejuízo para a saúde, para o País”, citou.

Dirigindo-se ao secretário municipal de Trânsito de Porto Velho, Marden Negrão, o governador Confúcio Moura pediu aproximação e melhores relações do município com o Detran para atuar na prevenção de acidentes junto às escolas da capital.

Ele também falou da existência de 320 quilômetros da Infovia, que pode ser utilizada pela prefeitura. “Nenhuma capital tem o que temos hoje à sua disposição”, disse, referindo-se à rede de tecnologia em fibras ópticas que possibilita a criação de políticas públicas inovadoras, utilizando-se de internet de qualidade.

Leia mais:
Convênio de mais de R$ 4 milhões garante ações para despertar na população a responsabilidade no trânsito
Estudo mostra que mais de 90% das internações no setor de ortopedia do Hospital de Base são vítimas de acidentes de trânsito
Detran destina mais de R$ 9 milhões para sinalização de trânsito e ações de fiscalização em Porto Velho


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Legislação, Segurança, Trânsito


Compartilhe