Governo de Rondônia
Quinta, 16 de setembro de 2021

OPORTUNIDADE

Reeducandos da Casa de Detenção de Ariquemes se preparam para prova do Enem

19 de novembro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

12270028_10205058816929636_502730842_n

Candidatos veem no Enem oportunidade para qualificação ao mercado de trabalho mesmo presos

Seguindo a ideologia do projeto Construindo Liberdade,  15 reeducandos de Ariquemes vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL), com expectativa de construir uma nova história, como agentes transformadores do processo social ao qual estão inseridos. As provas  serão aplicadas na Casa de Detenção de Ariquemes (CDA), nos dias 1º e 2 de dezembro, das 8 às 17h30.

Esse é o quarto exame realizado na CDA. Desde 2012, pelo menos 48  detentos fizeram o Enem. Desses, a maioria conseguiu nota para certificação do Ensino Médio.

Na manhã desta quinta-feira (19), os 15  reeducandos participam do aulão pré-Enem ministrado pelos professores do Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos de Ariquemes (Ceejaar), com abordagem de português e matemática.

O aluno, D. C. C. conta que vai participar  pela terceira vez com o objetivo de ingressar  no curso superior de direito. Segundo ele, na primeira vez não se saiu bem, mas na segunda ficou acima da média, alcançando 680 pontos na redação, ficando apenas na disciplina de matemática.

De acordo com a professora de sociologia,  Metilde Alves, o reeducando D.C.C., mesmo estando na casa de detenção, alcançou  a excelência de alunos que têm acesso a todos os recursos e meios disponíveis, como internet e cursos preparatório. “Conseguir  680 pontos em uma redação, enfrentando todas as diversidades do meio, o aluno demonstrou interesse, vontade própria,  mudança de mentalidade e, acima de tudo, mostrou que Construindo Liberdade está no caminho da mudança”, afirmou.

Aos 18 anos de idade, o detento D. C. C.  foi condenado a 15 anos de reclusão por homicídio, dos quais 6 anos em regime fechado, e há três anos participa do “Construindo Liberdade”. Elá já cursou o Ensino Médio e técnico pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de corte e costura, informática, carpintaria de telhado e agora está cursando carpintaria de obras. “O projeto me proporcionou um recomeço, pois quando cheguei aqui não via nenhuma perspectiva de um futuro, alguns momentos eu cheguei a desistir da minha vida. Na verdade por várias vezes eu pensei pôr fim à minha vida. Mas com o projeto surgiu a esperança”, contou.

Para o aluno, as atividades educacionais não servem apenas para remição de pena, mas, sobretudo, para fazê-lo um cidadão consciente de seus deveres e direitos perante a sociedade. “Eu não estudo para a remissão da pena, mas porque quero ter uma vida melhor, e quem não tem estrutura familiar, não tem estudo, é mais fácil reincidir”, frisou.

O Enem é hoje uma ferramenta importante para quem quer dar continuidade aos estudos. Além da nota substituir a prova do vestibular, ajuda na conclusão do Ensino Médio, abrindo recurso para  participar de alguns dos programas federais de ensino, como o ProUni e o Fies, além de qualificar ao mercado de trabalho detentos que visa uma nova vida.

O Diretor da CDA, Heber Carvalho dos Santos, explicou  que a iniciativa da direção da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), juntamento com a equipe pedagógica do Ceejaar, assegura o direito de exercer  a cidadania, ao mesmo tempo que oportuniza um novo caminho.

O apenado A.R.,  de  31 anos, preso há 2 anos e quatro meses, e há um ano  participando do projeto, considera que participar do Enem é uma grande oportunidade que pode lhe proporcionar um curso superior. Ela já cursou  corte e  costura do Senai; e está concluindo o Ensino Médio.

“Quando o apenado sai diretamente do sistema fechado, ele sai desorientado. O Construindo Liberdade é uma forma de  ressocializar a pessoa sem causar impacto psicológico, porque alguns de nós somos sem teto, sem chão e sem nenhuma estrutura familiar. O projeto nos dá oportunidade de mudar, por meio da educação” , descreveu.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Suelly David
Fotos: Suelly David
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Capacitação, Cursos, Distritos, Educação, Evento, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Justiça, Legislação, Polícia, Rondônia, Segurança, Serviço, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe