Governo de Rondônia
Quarta, 12 de maio de 2021

Técnicos

Relatório vai definir retorno de desabrigados ao baixo Madeira

15 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

sigrid e Ane caroline   (2)

As psicólogas Ana Carolina e Sigrid Gouvea atendem ao Corpo de Bombeiros

Equipes de técnicos do Estado e do Município vistoriaram as moradias de famílias residentes nos distritos do baixo Madeira e que foram atingidas pela enchente recorde do rio Madeira. Um relato sobre a situação das casas será apresentado à Defesa Civil Estadual e, a partir dele, será possível saber quais podem retornar para casa e quais serão atendidas com o auxílio-aluguel para se estabelecerem na cidade até que imóveis definitivos sejam providenciados. Atualmente, as famílias ribeirinhas estão abrigadas em Porto Velho, em salas das escolas Roberto Pires e Orlando Freire.

O relatório dos técnicos também vai informar em quais casos será necessário adquirir mobiliários, pois muitas famílias  perderam todos os bens móveis durante a inundação.  Estas providências serão adotadas para, que aos poucos,  os moradores tenham sua rotina restabelecida.

Os estudos sobre a viabilidade do retorno às moradias nos distritos do baixo Madeira está focado nas famílias que estão provisoriamente instaladas nas escolas Roberto Pires e Orlando Freire. Muitas delas já informaram que querem voltar imediatamente para suas casas, mas necessitam de garantias de que o retorno será seguro.

Brinquedos Bombeiro (7)

Brinquedos

A brinquedoteca que será montada no Abrigo Único, instalado no Parque dos Tanques, será instalada na próxima semana. Os detalhes são providenciados por equipes do Exército. A tenda está pronta e localizada numa área privilegiada e ventilada. A partir de uma campanha promovida pelo Corpo de Bombeiros foram doados brinquedos, um televisor, e um aparelho de DVD.

No local também está sendo providenciada a instalação de espaço para bebês e área de leitura, onde serão colocados gibis e livros para as crianças. Segundo a psicóloga Ana Carolina, do Corpo de Bombeiros, foi solicitado aos gestores do Abrigo Único para que providencie  monitores para o atendimento na brinquedoteca.

 As psicólogas Ana Carolina e Sigrid Gouvea atendem ao Corpo de Bombeiros, mas durante a enchente do rio Madeira prestam serviço às famílias desabrigadas. “Estas pessoas sofrem muito com esta situação. Elas não têm perspectivas no momento. Vivem o dia a dia, pois não sabem quando suas vidas retornarão ao curso normal”, define Ana Carolina.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia, Serviço, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe