Governo de Rondônia
Domingo, 09 de maio de 2021

Reunião de emergência pode suspender paralisação do Porto de Porto Velho

26 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

6310200B-F18A-42E3-8F92-DD0B331F62B0_2-Reuniao-porto_640x426O complexo portuário do rio Madeira, de acordo com o que ficou determinado entre as autoridades presentes na reunião, as operações devem ser retomadas até quinta-feira (27), com a entrada em funcionamento de dois rebocadores do Grupo Maggi. Ficou estabelecido que não existe o risco de suspensão do embarque de soja com as medidas técnicas que serão adotadas.

O secretário de Agricultura, Evandro Padovani, ponderou que a colheita de soja no Estado até agora atingiu apenas 50% dos 210 mil hectares e, segundo ele, o risco de perda é muito grande tendo em vista que os produtores rurais sofrem com defasagem de armazéns e pelos gargalos na logística de transporte. Com a tomada de medidas de segurança, o escoamento da soja, mesmo com o rio Madeira atingindo a cota de 19 metros, está assegurado.

Os técnicos da Hermasa estão elaborando um documento que deverá ser assinado ainda no final da tarde desta quarta-feira (26), por todas as autoridades que se reuniram no Porto, liberando o transporte fluvial com os rebocadores do Grupo Maggi transportando e desafogando o tráfego de caminhões carregados de grãos.

A crise no transporte de cargas na Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (SOPH), em consequência de fenômenos da natureza, com a iniciativa do Governo de Rondônia, está sendo contornada e desafogando a colheita que estava seriamente ameaçada com a possibilidade de prejuízos incontáveis aos produtores rurais.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Sociedade, Transporte


Compartilhe