Governo de Rondônia
Quinta, 25 de fevereiro de 2021

Rondônia é primeiro lugar no Prêmio Boas Práticas do Ministério da Justiça

04 de dezembro de 2013 | Governo do Estado de Rondônia

Rondônia conquistou o primeiro lugar no ‘Prêmio Boas Práticas’, promovido pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça, através do espetáculo teatral “O Topo Do Mundo”, uma peça que estreou há pouco mais de três meses e faz parte de um projeto desenvolvido há 13 anos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, o “Reabilitando pela arte: cultura da paz pela não violência”. O Prêmio será entregue ao coordenador do projeto, Marcelo Felice, no início de fevereiro em Brasília – DF. Nesta premiação Rondônia ficou à frente dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Bahia.

Fotografia2-O-Topo-Do-Mundo-Ana-Mendes

O projeto Reabilitando Pela Arte surgiu a partir do sucesso do Espetáculo teatral “Bizarrus”, a primeira experiência cênica utilizada como instrumento de reabilitação da pessoa privada de liberdade, iniciada pelo teatrólogo Marcelo Felice, profissional reconhecido por seu trabalho e vivência na Casa de Detenção José Mário Alves da Silva (Urso Branco), desde 1996.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografia-O-Topo-Do-mundo-Marcela-Bonfim

 

Após 12 anos em cartaz, o Bizarrus sai de cena para dar lugar ao Topo do Mundo, que já conquistou um premio nacional logo nos primeiros meses de temporada. Ao longo desses 13 anos de duração, o projeto já auxiliou na reabilitação de mais de 500 apenados por meio do teatro. Uma fórmula que deu certo e tem trazido reconhecimento para o Estado tornando-se um modelo de ressocialização para todo o país. O Reabilitando Pela Arte é executado pela Associação Cultural do Desenvolvimento do Apenado e Egresso (Acuda) e pelo Sest/Senat, e conta com a parceria do Tribunal de Justiça de Rondônia.

Os demais vencedores do Prêmio Boas Práticas deste ano foram: o programa Pró-Egresso, da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, em segundo lugar; em terceiro lugar ficou o projeto Cartilha Legal, do Ministério Público do Rio de Janeiro; em quarto lugar o programa Remissão da pena pelo estudo através da leitura nos estabelecimentos penais do Paraná e em quinto lugar foi premiado o programa Qualifica Bahia.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe