Governo de Rondônia
Terça, 17 de setembro de 2019

EM DESTAQUE

Rondônia passa a fazer parte do Consórcio de Desenvolvimento do Brasil Central

12 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Fórum-de-governadoresConfúcio

Governador Confúcio disse que união dos estados em desenvolvimento pode ser modelo para o País

Com o desempenho econômico positivo, no cenário nacional, caracterizado pela força do setor produtivo, Rondônia fará parte do Consórcio de Desenvolvimento do Brasil Central após a assinatura do governador Confúcio Moura ao termo de cooperação, durante o 2º Fórum de Governadores do Brasil, realizado na última semana, em Cuiabá (MT). O documento sinaliza a integração das potencialidades econômicas de seis estados, quatro da  região Centro-Oeste e dois da região Norte (Rondônia e Tocantins).

O Fórum é composto pelos governadores de Rondônia, Confúcio Moura; de Mato Grosso, Pedro Taques; de Goiás, Marconi Perillo; de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; do Tocantins, Marcelo Miranda; e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, além do ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Roberto Mangabeira Unger.

No evento, os chefes do Executivo se reuniram para discutir assuntos comuns com vistas ao desenvolvimento econômico social da região, além de elaborar uma pauta de reivindicações a ser feitas ao governo Federal com foco nos eixos da educação, inovação e industrialização.

Segundo o secretário adjunto de Planejamento, Orçamento e Gestão de Rondônia, Pedro Pimentel, que representou  o governador no primeiro dia do evento, o consórcio visa criar uma agência de fomento com vários escritórios de atuação em Parcerias Públicas Privadas (PPP). Caso seja aprovado, deverá constar no Plano Plurianual do Governo Federal e na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Conforme Pimentel, os seis estados juntos representam 25% do território nacional, 11% de toda a produção do País e R$ 15 bilhões de superavit. Na área de educação, possui ensino médio acima da média nacional e menos analfabetos com cerca de 7% contra 9% do índice de outros estados. Desta forma, com a implantação da agência de fomento, há perspectiva de investimentos internacionais integrando os estados na educação.

Há, ainda, propostas para desenvolver a agropecuária, priorizar regiões de desenvolvimento inexpressivo com áreas de fronteira internacional, formatar política de segurança sanitária, entre outras ações.

O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga, assessorou o governador Confúcio Moura, no segundo dia do evento, e disse que os estados da região Centro-Oeste e Norte se apresentam de forma positiva no cenário nacional.

Para Confúcio Moura, a união dos estados em desenvolvimento pode ser modelo para o País. “Eventos como esse me enchem de entusiasmo, porque essa força pode servir como motivação para o Brasil”, expressou o governador.


Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Brasil, Economia, Educação, Evento, Fórum de Governadores Brasil Central, Governo, Rondônia


Compartilhe