Governo de Rondônia
Quarta, 24 de abril de 2019

POTENCIALIDADES

Rondônia Rural Show é apresentada para representantes de 32 nacionalidades durante evento em Brasília

07 de abril de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

IMG_1692ccvvv

Confúcio Moura falou sobre as potencialidades de Rondônia e convidou representantes dos países e conhecerem e investirem no estado

Para um auditório composto por representantes de 32 nacionalidades, personalidades políticas e empresariais de todo País e do Estado de Rondônia, o governador Confúcio Moura fez uma palestra nessa quarta-feira (6), na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília, onde apresentou o Estado e convidou os presentes para a 5ª Rondônia Rural Show.

O presidente da CNA, João Martins, abriu a solenidade, deu boas vindas e afirmou que a casa esta aberta a qualquer Estado que queira fazer esse desafio que Rondônia se propôs junto a comunidade internacional.

Numa linguagem coloquial, Confúcio Moura falou sobre as potencialidades do Estado e conclamou brasileiros e estrangeiros para conhecer e investir em Rondônia. Segundo ele, a cerimônia em Brasília foi especial para os convidados entenderem o Estado e abrir uma nova fronteira de bons negócios. “Rondônia é essencialmente produtora de alimentos. Nós queremos produzir alimentos para o mundo, e alimentos de boa qualidade”, enfatizou.

O governador disse que Rondônia começou por acaso, justamente para resolver um problema social brasileiro e se transformou numa realidade inimaginável. Para ele, este é o momento certo de visitar o estado. “Nossa riqueza não é como a riqueza nacional de hoje, que está vivendo um momento crítico da nossa economia. Rondônia tem um PIB positivo, a riqueza nossa é positiva. Estamos apresentando para o mundo e para o Brasil um estado emergente, forte e de oportunidades palpáveis, reais, presente”, disse. 

PRODUÇÃO DE PEIXE

Confúcio Moura destacou a produção do pescado e afirmou que Rondônia pode oferecer ao mundo a qualidade de peixes exóticos que só existe na região amazônica. “Vocês conhecem muitos peixes de água salgada, mas nós temos peixes fantásticos, peixes que podem incorporar a dieta de padrão internacional”. De acordo com Confúcio, o Pirarucu pode chegar a 200 kg. “É um peixe extraordinário. É importante que o mundo conheça essa espécie fantástica que pode entrar em importantes restaurantes do Brasil e do mundo. Tenho certeza absoluta, que tendo a certificação da origem dos nossos peixe, os senhores irão exigir por onde passarem pratos especiais com o pirarucu, tambaqui e outros peixes da Amazônia”, destacou.

CAFÉ CONILON

Outro produto em expansão em Rondônia que ganhou destaque na palestra do governador foi o café. “O primeiro lugar no Brasil em produção de café é o Espírito Santo, que produz também o café conilon, mas o sabor do café rondoniense é diferente, é um café de um gosto extremamente agradável. Por isso que estamos agora incentivando cada vez mais a produção desse café especialíssimo, que não necessita de aditivos para amenizar o seu gosto amargo. O café de Rondônia é como um vinho, um vinho de terras especiais temperadas e diferentes”, assegurou.

PRODUÇÃO CACAUEIRA

Confúcio Moura também falou do cacau, e disse que o chocolate produzido pelos alemães, suíços, americanos e outras nacionalidades europeias buscam a matéria prima no Brasil e nos países africanos, por isso o Governo do Estado voltou a investir nessa cultura. “Nós queremos retomar a produção do cacau, não da maneira extensiva dos grandes cacauais das décadas de 1970 e 1980. Queremos plantar nos quintais, nos sítios pequenos, em todos os cantos, para fornecer a qualidade de cacau também para o mundo”, asseverou.

LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA

“Rondônia está numa posição geográfica privilegiada e ao abrirem  um mapa da América Latina e observar e até medir com um régua, perceberão que Rondônia é o coração da América latina”, disse Confúcio Moura. Ele lembrou que a potencialidade do Estado está na produção de alimentos, e que 42% dos produtos derivados do leite, da região Amazônica saem  de Rondônia, e  1/3 da indústria alimentícia do norte do país é produzida no Estado.

EM CRESCIMENTO

o governador disse ainda que o Estado tem um potencial de crescimento fantástico, porque possui rodovias, aeroportos, hidrovia, e que é preciso cada vez mais de portos. “Temos a Infovia com rede de fibra óptica que está distribuída em todo o Estado. Falta a ferrovia”, disse. Segundo ele, o governo está aguardando uma resposta positiva da China para que a ferrovia chegue a porto Velho. “Com a ferrovia aí integra tudo, tudo que precisa o empresário. Então o que falta? falta ir a Rondônia”, completou.

Ao encerrar a palestra, Confúcio Moura falou que Rondônia não é uma aventura. “O senhores não vão para apostar, vão para encontrar essa realidade apresentada aqui nessa palestra. Em Rondônia, as boas práticas de governança estão implantadas. A austeridade do governo, as contas e os pagamentos em dia, o orçamento equilibrado. Há harmonia política e o ambiente é de prosperidade. Desta forma, eu os convido para complementar com a pesquisa científica dos seus países e apoiar todos os investimentos e negócios”, finalizou.

IMG_2457-31

Vice-governador Daniel Pereira falou da intenção de transformar a Rondônia Rural Show em uma feira internacional

RONDÔNIA RURAL SHOW

O vice-governador Daniel Pereira, em sua apresentação,  destacou que a feira foi idealizada pelo governador Confúcio Moura com o objetivo de atender uma vocação natural de Rondônia, que é apoiar o pequeno produtor. “É um evento que visa, acima de tudo, desenvolver tecnologias, novas experiências e novas práticas para a agricultura familiar. Rondônia tem aproximadamente 130 mil propriedades, pequenas propriedades para o padrão nosso do Norte do Brasil, e é uma feira agropecuária que cresce a cada ano” disse Daniel Pereira.

Segundo Daniel, a Rondônia Rural Show era até então uma feira rondoniense, a partir do momento que ela atravessou as fronteiras rondonienses, atinge o propósito de ser uma feira internacional. “A partir da presença de cada um que aqui está, das mais diversas regiões do planeta, e que com certeza estarão junto com a gente, no mês de maio próximo no coração da América do Sul, no coração do Brasil, e no coração de Rondônia, que é a cidade de Ji-Paraná, para o inicio da 5ª  Rondônia Rural Show, nós queremos acreditar que passaremos a ser uma feira internacional”.

Além do público brasileiro, prestigiaram o evento embaixadores, primeiros ministros, diplomatas e representantes das embaixadas da Argentina, China, França, Russia, Alemanha, Barbados, Portugal,  Timor Leste, Haiti, Peru, Guiné Bissau,  El Salvador, Bielorrusia, Ucrânia, Hungria, Polônia, Cuba, Egito, Guatemala, Filipinas, Singapura, Moçambique, Burkina Faso, Africa do Sul, Países Baixos, Sri Lanka, Indonésia, Costa do Marfim, Angola, Equador, Gabão  e Theca

O evento na capital federal promovido por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Estado (Suder), teve o apoio e a parceria da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), da Federação do Comércio de Rondônia (Fecomércio), do Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa (Sebrae), da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon), entre outros.

Após a palestra houve um coquetel de encerramento com degustação de carne e peixe de Rondônia.


Fonte
Texto: Zózimo Macêdo
Fotos: Lindomar Gomes e Tony Oliveira
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Água, Assistência Social, Brasil, Governo, Piscicultura, Rondônia, Rondônia Rural Show


Compartilhe