Governo de Rondônia
Sexta, 22 de setembro de 2017

INTERNACIONAL

Rondônia Rural Show vai receber expositores estrangeiros em 2018

26 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

O primeiro dia da Rondônia Rural Show atraiu mais 18 mil visitantes, segundo os organizadores

Primeiro dia da Rondônia Rural Show atraiu mais 18 mil visitantes, segundo os organizadores

A 6ª Rondônia Rural Show, que recebeu 18 mil pessoas na quarta-feira (24), primeira dia de atividades, em Ji-Paraná, foi a última voltada para o agronegócio regional. Em 2018, será uma feira internacional, oportunidade que o estado terá para mostrar sua força produtiva para o mundo. O anúncio foi feito pelo governador Confúcio Moura, nessa quinta-feira (25), na tenda principal do evento.

O governador voltou a confrontar os números da economia do estado, que seguem caminho inverso ao nacional, marcado pela recessão em 2016. “Tivemos crescimento positivo, fizemos o dever de casa”, comemorou Confúcio durante o ato que marcou a abertura formal da feira.

“A fórmula para chegar a números tão otimistas é simples: aqui nós trabalhamos, produzimos, encaramos as dificuldades”, afirmou.

Os interlocutores, a maioria gente simples, da roça, que se sentiu representada na fala do governador, aplaudiram demoradamente.

A escalada de crescimento do estado, na avaliação de Confúcio Moura, vai prosseguir. Ele disse que acompanhou com apreensão a votação da Medida Provisória 759, na Câmara Federal, que trata do repasse de terras da União para o estado, que ficará responsável pela regularização fundiária.

Com as propriedades regularizadas, ninguém segura o desenvolvimento de Rondônia, disse o governador Confúcio

Com as propriedades regularizadas, ninguém segura o desenvolvimento de Rondônia, disse o governador Confúcio

A partir desta iniciativa, o estado pode legitimar 90 mil posses que ainda não têm título definitivo. Para o governador, com propriedades asseguradas juridicamente será impossível conter o desenvolvimento de Rondônia. “Ninguém vai nos segurar”, previu em meio a muitos aplausos.

DELEGAÇÕES

A feira trouxe a Rondônia diversas missões estrangeiras. A Bolívia mandou a maior delas. Vieram parlamentares, industriais e membros da diplomacia, que reafirmaram a vontade de  estabelecer comércio regular com Rondônia, e garantiram que a irmandade dos Departamentos de Beni e Pando está mantida.

A fala dos bolivianos serviu para que Confúcio Moura criticasse os obstáculos burocráticos existentes no Brasil, embora os portos tenham sido abertos para nações amigas em 1808. “Nosso País é muito fechado, os desembaraços aduaneiros são difíceis. É vergonhoso”, disse referindo-se às barreira encontradas para realizar comércio com países vizinhos, como a Bolívia.

O estabelecimento de fortes relações comerciais e culturais também foi manifestado pelos  representantes de Guiné,  Cuba, Angola, Togo, África do Sul.

Segundo o governador de Rondônia, são oportunidades de comércio para os produtos do campo. Ele destacou que Cuba tem prestado um grande serviço ao Brasil, e citou o programa Mais Médicos, do governo federal, que encaminha profissionais da medicina para atender às regiões carentes, e são muito admirados pelos pacientes e seus familiares.

As vitrines tecnológicas conquistam cada vez mais admiradores na feira

As vitrines tecnológicas conquistam cada vez mais admiradores na feira

Confúcio recebeu muitas homenagens. A mais significativa foi o título de Cidadão Ji-paranaense, entregue durante a cerimônia. “A prova do reconhecimento prestado pelos vereadores será guardada com carinho”, revelou.

O governador ouviu discursos de oradores que elogiaram a forma como o estado é conduzido e pela força de segmentos, como as agroindústrias.

Em nome dos produtores rurais, o desembargador Walter Waltemberg, que atua no ramo de gado leiteiro, previu que o estado pode chegar a ser o maior produtor do País nesta área. Para isto, sugeriu que são necessários apenas mais projetos para serem encaminhados às instituições financeiras.

Leia mais sobre a RRS


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes e Marcelo Gladson
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Rondônia, Rondônia Rural Show, Tecnologia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube
YouTube