Assistência Social - Sobre o Plano Futuro - Governo do Estado de Rondônia
Governo de Rondônia
Segunda, 20 de agosto de 2018

Sobre o Plano Futuro

Governo do Estado de Rondônia

banner-planofuturo1-870x224

O Plano Futuro, foi instituido pelo Decreto nº 16.491, de 18 de janeiro de 2012, está alinhado aos cinco eixos estratégicos do Governo do Estado: inclusão social, modernização da gestão pública, competitividade, acesso à serviços públicos de qualidade e gestão ambiental e territorial. Assim, o seu papel é assegurar que os projetos prioritários, em todas as políticas públicas, contemplem ações inclusivas permanentes e difusas que garantam às famílias em risco e vulnerabilidade social partilhar do desenvolvimento sustentável do Estado.

  • Para alcançar esse macro objetivo, o Plano FutuRO tem duplo desafio. O primeiro é superar a pobreza e erradicar a extrema pobreza; e o segundo é de contribuir para a Interrupção do ciclo intergeracional de pobreza.
  • Para cada um desses desafios há duas grandes estratégias: a primeira é assegurar a inclusão de 125 mil famílias em programas sociais e a segunda é inserir as 120.646 crianças, adolescentes e jovens na faixa etária de cinco a 19 anos que estão na faixa de pobreza e extrema pobreza (Censo IBGE 2010), em ações governamentais visando a permanência na escola e a proteção contra a entrada no mundo do crime e das drogas.

O Plano está organizado em três eixos de atuação, que são: garantia de renda, acesso aos serviços públicos de qualidade e inclusão produtiva e tecnológica. O Plano é gerido pelo Comitê Gestor Estadual Intersecretarias, composto pelas secretarias estaduais e na segunda instancia pelo Comitê Regional de Articulação composto pela Gerências Regionais da SEAS, Secretários Executivos Regionais, pelos Prefeitos e Secretarias Municipais de Assistência Social. Em caráter de execução conta com uma secretaria executiva, um grupo executivo de projetos e um núcleo de monitoramento e avaliação.


Compartilhe