Governo de Rondônia
Quarta, 12 de maio de 2021

Audiência

Secel participa de audiência pública que debate novas diretrizes para cultura de Rondônia

19 de abril de 2012 | Governo do Estado de Rondônia

GA audiência aconteceu na manhã desta quinta–feira, no plenário da Assembleia Legislativa e foi proposta pela deputada estadual Epifânia Barbosa para debater estratégias de construção do Fundo Estadual de desenvolvimento da Cultura (FEDEC), Sistema Estadual de Cultura (SEC) e Sistema Estadual de Financiamento à Cultura (SEFIC).

Estas propostas foram apresentadas pelo governo do Estado por meio da Secretaria dos Esportes, da Cultura e do Lazer (SECEL), após discussão e elaboração feita entre a sociedade civil e governo estadual no primeiro semestre de 2011.

Na ocasião alguns representantes dos mais variado segmentos culturais tiveram espaço para defender a importância da construção e implantação das leis que beneficiarão diretamente o movimento cultural de Rondônia.

O representante da Associação Centro de Cultura Negra e Religiosidade Afro-amazônica (Accunera), afirmou que muitas culturas como, por exemplo, a quilombola, estão se perdendo por falta de uma lei que garanta sua preservação “Este sistema precisa ter a cara não só dos artistas, mas também do povo de Rondônia, valorizando a tradição, os valores, a religiosidade e principalmente a história dos rondonienses. Esperamos que o sistema venha pronto para beneficiar todos os movimentos culturais”, destacou Silvestre Antônio.

O secretário dos Esportes, da Cultura e do Lazer afirmou que a cultura de Rondônia vive um novo momento, onde as políticas púbicas estão sendo discutidas pelos governos municipal e estadual juntamente com a sociedade civil. “Juntos, estamos criando um ambiente para que estas discussões aconteçam, sempre visando atender as necessidades de todas as vertentes da cultura”, ressaltou Francisco Leilson “Chicão”.

A deputada Epifânia Barbosa, destacou a satisfação em perceber a união do movimento cultural, “Hoje vemos um discurso coeso, que mostra a união de todos em pró de um único objetivo, a maior valorização da cultura no Estado. Isso é fundamental para termos sucesso na implantação do Sistema”, disse Epifânia.

O titular da Secel lembrou ainda sobre a importância de valorizar todas as riquezas culturais da região, “Temos tradições fortes e importantes que precisam ser enxergadas pela lei. São 52 cidades rondonienses que necessitam ter os seus sistemas implantados, são artesãos, artistas plásticos, quilombolas, indígenas, folcloristas, ribeirinhos, afrodescendentes, poetas, atores, cantores, artistas circenses entre tantos outros que merecem ter seus direitos atendidos. Estamos atuando para que isso seja uma realidade em breve“ finalizou Chicão.

Estiveram presentes artistas, gestores, produtores e articuladores culturais de todo o estado, representados na mesa diretora por Francisco Leilson “Chicão”, secretário dos Esportes, da Cultura e do Lazer; dep. Ribamar Araújo; dep. Epifânia Barbosa, vereador Cid Orleans, Valdson Dias Pinheiro, diretor de cultura da Fundação Iaripuna; Welington Oliveira, Secretário de Cultura e Esporte de Vilhena; Elcias Vilar, representado o Setorial de Teatro, Rafael Altomar representando o Conselho Municipal de Cultura e Fabiano Barros e Dione Costa da coordenação do Plano Estadual de Cultura do Ministério da Cultura.

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Emilli Sousa
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura


Compartilhe