Governo de Rondônia
Sábado, 21 de setembro de 2019

SISTEMA PRISIONAL

Secretaria de Justiça amplia ações para o fortalecimento do sistema prisional no Estado

20 de maio de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Obras de concretagem no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça estão em fase final.

Na última semana, a Cadeira Pública de Colorado D´Oeste ganhou duas salas construídas com a finalidade de atender familiares de detentos durante visitas, podendo ser utilizado também para cultos religiosos. Mais de 50% da obra foi subsidiada pelo Poder judiciário do município e contou, também, com emenda parlamentar do deputado Luizinho Goebel.

A entrega da obra teve a participação da titular da pasta da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), Etelvina Rocha, da juíza Márcia Serafim, da Comarca de Colorado D´Oeste e do promotor de justiça Rodrigo Loeventi.

Várias obras em unidades prisionais estão em ritmo acelerado e outras finalizadas, é o caso da Casa de Detenção de Pimenta Bueno, onde houve a reforma e ampliação de duas salas de aula. A obra foi em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

A Secretaria de Justiça resolveu a situação do esgotamento sanitário da Casa de Detenção de Guajará-Mirim, um problema que se arrastava há anos. Uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) foi construída com mais de 80% de recursos do Poder Judiciário. A Sejus também teve o apoio da prefeitura do município, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

O encerramento dos trabalhos aconteceu na última segunda-feira (13). O juiz Jaires Taves Barreto, da Comarca de Guajará-Mirim, do 1º Juizado Especial da Fazenda Pública acompanhou o término das atividades, juntamente com o coordenador de Infraestrutura (Coinf) da Sejus, Robson de Sousa, o secretário regional da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Coronel Flávio Derzete e demais autoridades municipais de Guajará-Mirim.

CENTRO DE RESSOCIALIZAÇÃO

O juiz Jaires Taves Barreto e o coordenador de Infraestrutora Robson de Sousa acompanharam os serviços em Guajará-Mirim.

A equipe de engenheiros, arquitetos e projetistas da Coordenadoria de Infraestrutura (Coinf), deu início a concretagem da segunda laje das três celas construídas, sendo que a primeira já está concluída, aguardando o serviço de acabamento no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, em Porto Velho.  A próxima etapa será a impermeabilização das lajes para evitar infiltrações.

A reforma do bloco vivência, do Centro de Ressocialização de Ariquemes, que teve a estrutura física danificada durante um motim em 2018, foi concluída. De acordo com o coordenador de Infraestrutura Robson de Sousa, a Secretaria de Justiça investiu quase R$ 20 mil na reforma do bloco.

O andamento dos serviços de reforma do pavilhão foi acompanhado pelo agente penitenciário Edinaldo de Souza Rodrigues. Os trabalhos de construção, reforma e ampliação nas unidades prisionais foram feitos por mão de obra reeducanda.

 

Leia mais:

Projeto de piscicultura avança na Fazenda Futuro com mais de 500 alevinos de tambaqui

Secretaria de Justiça faz os últimos preparativos para estrear na 8ª Rondônia Rural Show

Aquisição de equipamentos e instalação de fábricas de artefatos de cimento a três unidades prisionais de Rondônia são viabilizadas


Fonte
Texto: Rejane Júlia
Fotos: Sejus Arquivo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Justiça, Municípios, Obras, Rondônia, Servidores, Sociedade


Compartilhe