Governo de Rondônia
Sexta, 14 de maio de 2021

Balanço final sobre a saída temporária

Secretaria de Justiça apresenta balanço sobre a saída temporária de apenados no final do ano

07 de janeiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

dsc_0972

Secretário de Justiça, Coronel Marcos Rocha, fez um balanço geral do sistema sobre a saída temporária que os apenados receberam como benefício no final de ano.

Na manhã desta quarta-feira, 07, em entrevista à TV Candelária, o secretário de Justiça, Coronel Marcos Rocha, fez um balanço geral do sistema sobre a saída temporária que os apenados receberam como benefício no final de ano.

O secretário informou que no Estado tem um total de 9.764 reeducandos custodiados em todos os regimes e que destes, na capital segue com 5.082 apenados. “Tivemos um total de 525 pessoas privadas de liberdade que receberam este benefício e que menos de dez por cento evadiram, não retornando para suas unidades”, relata.

Segundo ele, em Porto Velho somente os presos da Colônia Penal Ênio Pinheiro tiveram o direito ao benefício, pois cumprem o regime semiaberto. Somente 389 apenados tiveram a saída autorizada pela justiça. Destes, 377 retornaram, e 12 não voltaram. A direção da Colônia Agrícola Penal Ênio Pinheiro (CAPEP), já realizou comunicado ao juízo, e estes apenados já são considerados foragidos da justiça.

No interior, algumas unidades prisionais também colocaram em prática essas saídas. Em Ji-Paraná teve a liberação de 73 presos do semiaberto, sendo realizadas em duas etapas, na primeira com 43 apenados, e na segunda com 30, não retornaram nove apenados.

Na cidade de Cacoal dos 26 reeducandos beneficiados apenas um não retornou, mas já foi recapturado pela Polícia Militar. Em Ariquemes saíram 38 apenados e em Guajará-Mirim 26. Tanto em Ariquemes como Guajará, todos os apenados que saíram estavam com tornozeleira eletrônica, e todos retornaram.

Sobre a saída temporária

A saída temporária é garantida pela Justiça ao apenado que cumpre pena em regime semiaberto, apresenta bom comportamento e que já tenha cumprido pelo menos um quarto da pena.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Larissa Lopes – Assessoria Sejus
Fotos: Celene Gomes - Assessoria Sejus
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Justiça, Rondônia, Segurança


Compartilhe