Governo de Rondônia
Segunda, 24 de setembro de 2018

ECONOMIA

Secretaria de Justiça faz gestão de contenção de gastos e adota agendamento de translado para atendimento médico de internos

06 de junho de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) têm realizado redirecionamentos de atribuições em setores administrativos, com a finalidade do controle necessário para a contenção de gastos. A pasta segue orientação do governador Daniel Pereira, visando  precaução na manutenção do equilíbrio econômico do Estado.

Secretário da Sejus explica medidas adotadas para contenção de gastos

O titular da Sejus, Adriano de Castro, informa que a partir da próxima segunda-feira (11) passa a vigorar alguns ajustes administrativos, que foram definidos conjuntamente com gerentes e coordenadores de setores da Secretaria.

Dentre as mudanças, o agendamento para o translado intermunicipal de presos para atendimento médico passa a ser regulado pelo Núcleo de Recambiamento, o qual receberá informações da Gerência de Saúde. Já o controle de combustível e de viagens com carros oficiais será centralizado no setor de Transporte.

Segundo o secretário, a orientação é para que ocorra um agendamento programado, com cruzamento de casos, para que mais de um preso com necessidade de atendimento médico possa ser conduzido na mesma viatura. “Isso vai resultar na redução do número de translado e, consequentemente, na redução de despesas”, completou Adriano.

Em relação à transferência de presos para outros estados, o secretário revela que uma alternativa de contenção de gastos já vem sendo adotada na Sejus, que é o alinhamento para a divisão da despesa. “Há situações em que os agentes de Rondônia conduzem o preso via terrestre até metade da rota, no ponto onde servidores de outro estado já estão aguardando para receber o preso e completar a rota até o destino”, relatou.

Adriano ainda informa que solicitou uma agenda com o comando da Força Aérea em Rondônia. O objetivo, segundo ele, é buscar uma parceria no sentido de contar com a disponibilidade de vaga em aeronave, na situação de recambiamento de preso para outro estado.

O controle de gastos também atinge as viagens administrativas. A Sejus direcionou para que os gerentes regionais sejam mais acionados, evitando assim, em diversas situações, o deslocamento de servidores da Capital para o interior do Estado. “O que nossos representantes regionais puderem resolver, vamos delegá-los. Assim, reduzimos significativamente as despesas com diárias”, finalizou Adriano de Castro.


Fonte
Texto: Lucas Tatuí
Fotos: Lucas Tatuí
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe