Governo de Rondônia
Quarta, 24 de abril de 2019

EDUCAÇÃO

Secretaria Estadual de Educação adota nova organização do almoxarifado para agilizar atendimento às escolas

13 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

A nova Gerência de Almoxarifado e Patrimônio da Secretária do Estado de Educação (GAP/Seduc) tem como meta transformar o almoxarifado em um centro de distribuição, com visão organizacional do fluxo das mercadorias e melhor operacionalidade, abandonando a característica passada de depósito de mercadorias.

Segundo o gerente do Almoxarifado, João Batista Neto, quando uma escola necessita de algum equipamento é enviado um pedido à Coordenadoria Regional de Educação (CRE), em seguida o documento é enviado ao Núcleo de Apoio às CRE’s da Diretoria de Administração e Finanças (DAF), a qual envia a mercadoria para a Gerência de Almoxarifado e Patrimônio da Secretária do Estado de Educação (GAP/Seduc), que realiza a distribuição para a escola designada.

 

“Este processo, que deveria ser simples, quando não agilizado, pode causar o acúmulo de objetos no almoxarifado e a demora para atender à necessidade das escolas na entrega da mercadoria”, explicou Batista.

 

Meta é transformar o almoxarifado em um centro de distribuição

O Centro de distribuição possui uma rotina de chegada, processamento da mercadoria e, em seguida, a distribuição. Atualmente, o almoxarifado faz esse trabalho, mas também faz o de depósito. “Para a função de depósito, desejamos utilizar o prédio do anexo do almoxarifado, localizado na Avenida Imigrantes, para armazenar os objetos que precisam de destino alternativo”, disse o gerente.

O que ainda impede a retirada de muitos objetos que estão acumulados no almoxarifado é a demora nos procedimentos administrativos. Antes, havia um processo único de produção, no qual o servidor sabia realizar somente a sua função. Na ausência do funcionário, a ação não era concretizada. Porém, a otimização do servidor começou a ser colocada em prática para que os processos não se acumulem.

Será criada uma equipe de baixa para que, dentro da legislação vigente, seja determinado o que não poderá mais ser utilizado pelas escolas, liberando o espaço do almoxarifado. Mudanças físicas também são planejadas.

Leia mais:

Encerra na sexta-feita inscrições para 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Estudantes iniciam ensaios para participar da fase escolar do Festival Estudantil Rondoniense de Artes 2019


Fonte
Texto: Vitória Siton/Aurimar Lima
Fotos: Arquivo Seduc
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Entrevista, Governo, Interno, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe