Governo de Rondônia
Segunda, 27 de maio de 2019

REFLORESTAMENTO

Secretaria Estadual de Meio Ambiente recebe mudas de castanheira como compensação ambiental

03 de abril de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

As mudas são de compensação ambiental

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Florestas Plantadas, recebeu na quarta-feira (3) 100 mudas de castanheira. A espécie Bertholletia excelsa (castanheira) tem seu corte protegido por lei e, quando autorizado pela Sedam, gera a necessidade da compensação ambiental conforme previsto na Lei 12.651 de maio de 2012.

As mudas são uma compensação ambiental pelo corte da espécie protegida por lei que foi autorizada pela Sedam, as mudas foram repassadas pela Fasttel Engenharia a serviço da Eletrobras, responsável pela construção da linha de Transmissão entre Presidente Médici e Costa Marques, está previsto para os próximos dias o repasse novas mudas.

A castanheira está presente em todos os estados do Brasil, é uma árvore de porte alto, podendo atingir 60 metros, está na lista de espécies ameaçadas, e o principal risco de extinção é o desmatamento. Geralmente são derrubadas para as atividades de agropecuária construir estradas, barragens, móveis, além de assentamentos da reforma agrária. A castanheira é muito importante para a economia, pois muitas famílias dependem do extrativismo do fruto que é comercializado regionalmente e exportado para outros países disse o secretário estadual de Meio Ambiente, Elias Rezende.

Segundo o coordenador de Floresta Plantada, Ari Lebkuchen, as mudas recebidas pela compensação serão doadas à produtores rurais atendendo ao Programa Plante Castanha, que tem como objetivo estimular pequenos produtores rurais ao plantio da espécie, cujo fruto é valorizado. A meta é o plantio de aproximadamente 400 hectares de bertholletia excelsa. O local em que as mudas serão plantadas dentro da propriedade rural ficará a escolha do produtor, podendo inclusive ser utilizadas para recuperação de áreas alteradas, Áreas de Preservação Permanente (APP’s) e Reserva Legal.

  Leia mais:

 Governo de Rondônia discute Políticas de Florestas Plantadas; meta é alcançar 5 mil hectares nos próximos três anos


Fonte
Texto: Sedam
Fotos: Sedam
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe