Governo de Rondônia
Quinta, 06 de maio de 2021

SAÚDE NA ESCOLA

Secretarias de Educação e Saúde apresentam Programa Saúde na Escola aos diretores de escolas da capital

07 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Secretários da Educação e da Saúde apresentaram Programa Saúde na Escola

Secretários da Educação e da Saúde apresentaram Programa Saúde na Escola

Os secretários de Estado da Educação, Emerson Castro, e da Saúde, Williames Pimentel, apresentaram, na sexta-feira (4), aos diretores e vice-diretores das escolas públicas estaduais de Porto Velho o Programa Saúde na Escola (PSE). O programa, realizado em parceria com as duas secretarias, é voltado para crianças, jovens e adultos da educação pública brasileira, e tem o objetivo de promover saúde e educação integral.

Emerson Castro ressaltou a união e harmonia entre as secretarias de Estado no desenvolvimento de programas em conjunto como este que une ações da saúde e da educação com o mesmo público alvo.  “Realmente este é um Governo da Cooperação. A começar pelas secretarias que estão trabalhando juntas levando para todo Estado de Rondônia as ações de Governo. Agradeço aos diretores e vice-diretores de nossas recolas que atenderam ao nosso convite e que serão os replicadores nas suas escolas deste programa tão importante para os alunos, professores, pais e comunidade como um todo”, apontou Emerson.

Além dos materiais didáticos divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nas escolas, Emerson Castro apresentou uma solução natural para o combate ao mosquito e larva da dengue, a Crotalária.  “Esta planta atrai a libélula que é voraz devoradora do mosquito,  larva da dengue e da febre amarela.”, informou.  A Crotalária é uma planta de fácil crescimento, não exige cuidados especiais e além desta finalidade também tem sido utilizada como adubo verde em rotação com diversas culturas e no enriquecimento do solo.

O secretário Williames Pimentel explicou os pontos básicos do programa e ressaltou a parceria. “Este trabalho tem como alvo o público de nossas escolas, inclusive creches. É muito grata a recepção dos técnicos da Seduc que estão trabalhando em sintonia com os técnicos da Sesau, para o bem comum de nossas crianças e jovens”.

Pimentel enfatizou que é possível evitar o pior divulgando a informação correta, mesmo em momentos delicados como este que Porto Velho vive com a cheia do Rio Madeira. “Diretores peçam aos professores para que orientem as crianças, jovens e adultos para evitar doenças através de cuidados simples e básicos informados em nossas cartilhas. Temos agora com a vazante das águas o surgimento de lixo se acumulando em toda parte, e o município precisa retirar, para evitar que nos bairros com maior índice de alagamento as doenças e pragas surjam, é preciso de atenção especial de todos nós”,  afirma o secretário de Saúde.

Em Rondônia, cerca de 30 municípios participam do Programa Saúde na Escola, com alcance em 352 escolas estaduais e municipais, e mais de 150 mil beneficiários diretos.

Técnicos envolvidos

A apresentação do programa foi feita pela técnica da Seduc Maria Inês Alves Fernandes, coordenadora do PSE; e pelas técnicas da Sesau Surlange Ramalhães, coordenadora de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar e Doenças Diarreicas Agudas,  Aurora Wanderly Gusmão, especializada em Tétano;  Cibele Mendes Cabral, bióloga, representante dos Programas de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, do Programa Vigiágua e Prevenção de Acidentes por Animais Peçonhentos e pela Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Luzimar de Sauto Amorim, médica veterinária, do Programa de Vigilância e Controle Leptospirose; e Natanael da Costa Arruda, coordenador DST, AIDS e Hepatites Virais.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Fabricius Bariani - Assessoria Seduc
Fotos: Fabricius Bariani
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe