Governo de Rondônia
Sexta, 26 de abril de 2019

REUNIÃO

Secretários de segurança pedem urgência na criação do Sistema Único de Segurança Pública

19 de março de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

A criação do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) foi um dos temas defendidos pelo Consesp – Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Segurança Pública – em reunião realizada em Brasília quinta-feira (15.03), durante audiência como secretário Carlos Alberto de Santos Cruz, da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança), subordinada ao Ministério Extraordinário da Segurança, criado recentemente pelo governo federal.

Somente em Rondônia são mais de 1.400 quilômetros de fronteiras precisando de ações efetivas de toda ordem

Além do Susp, outra sugestão apresentada foi a elevação do percentual do orçamento do governo federal destinado a segurança, dos atuais de 2%, para o mínimo de 10%. O fortalecimento da vigilância das fronteiras, por exemplo, de acordo com os titulares das pastas de segurança no estados, poderia ser otimizado com maior investimento nessas regiões.

A Amazônia Legal, formada por nove estados do norte, defende que a única forma de enfrentar o crime organizado nos grandes centros é melhorar a eficácia na vigilância das fronteiras da região amazônica. A droga comercializada no país passa pelas fronteiras da Amazônia e vêm de países como Colômbia, Peru e Bolívia.

Somente em Rondônia são mais de 1.400 quilômetros de fronteiras precisando de ações efetivas de toda ordem, disse o secretário.  O enfrentamento ao narcotráfico e ao contrabando de armas na região, como solução dos altos índices de criminalidade nos grandes centros vem sendo apontado reiteradas vezes pelo secretário de segurança Rondônia,  Lioberto Caetano.

“Rio de Janeiro, Minas e São Paulo não produzem drogas nem armas. As drogas, as armas e o contrabando de toda ordem, passam pela fronteira de nossa região”, disse o secretário. “É aqui nas fronteiras da Amazônia a causa-raiz dos problemas de criminalidade do país”, acrescentou.

Além da aprovação do Susp, os secretários querem a manutenção do Conesp (Comitê Nacional de Segurança) como órgão colegiado integrante do Ministério da Segurança; querem também a aprovação do projeto do Sistema Único de Segurança com as emendas que deverão ser encaminhadas para integração entre os órgãos de segurança. A necessidade de definição do papel dos municípios nas atividades de prevenção na área de segurança pública em colaboração aos órgãos estaduais foi outro tema debatido.

 


Fonte
Texto: Valdir Alves
Fotos: Senasp
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Brasil Central, Comunicação Interna, Concursos, Contratos e Aditivos, Convênios, Entrevista, Evento, forúm amazônia legal, Fórum da Amazônia Legal, Fórum de Governadores Brasil Central, Governo, Habitação, Municípios, Rondônia, Segurança, Sociedade


Compartilhe