Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

Sede do Memorial Jorge Teixeira é revitalizada

12 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

A obra foi realizada graças à parceria da direção do Memorial com a Fecomércio, TV Rondônia e o Comando da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (BIS) nas pessoas da presidente Maria Aparecida de Souza, Ranieri Coelho, Antônio Campanari e General Ubiratan Poty, respectivamente. A presidente do Memorial, Cida Souza, bastante emocionada, não parava de agradecer aos colaboradores que contribuíram com a realização da obra. “Você não imagina minha felicidade, essa obra por incrível que possa parecer é a responsável pela cura de um mal que vinha sentindo há tempo, eles já haviam começado a reforma mais eu ainda não tinha visto. Certo dia vim aqui e vi os soldados trabalhando, naquele dia tinha consulta marcada com minha médica e sabe de uma coisa, não fui porque passei a não sentir mais nada”, confessou Cida emocionada.

 

A professora Yedda Bozarcov, vice-presidente do Memorial agradeceu aos parceiros e fez um apelo aos amigos do Memorial: “Não vamos mais deixar esse patrimônio histórico ficar à mercê da boa vontade, isso aqui é a história viva de Rondônia”. Já o presidente da Fecomércio, Ranieri Coelho, se disse bastante satisfeito em poder através da Federação, “contribuir com a preservação de tão importante acervo cultural”.A primeira governadora do estado de Rondônia, Janilene Melo, lembrou com saudade o Coronel Jorge Teixeira. “O Coronel Teixeira merece todo nosso respeito e consideração por tudo que fez pelo nosso estado”. O diretor do jornal Alto Madeira, jornalista Euro Tourinho, cobriu de elogios em especial a “Cida Souza e a Yedda pela perseverança e agora esses abnegados que contribuíram com essa revitalização, em especial ao General Ubiratan Poty”.O governador Confúcio Moura disse que o local traz muitas lembranças: “Essa casa trás lembranças maravilhosas. Tive a glória de conhecer alguns dos governadores que aqui moraram. Isso é o reencontro com a História de Rondônia. A Cida Souza e a Yedda Bozarcov estão de parabéns por conseguir manter esse Memorial mesmo com tantas dificuldades”, disse o governador lembrando: “Jorge Teixeira foi um militar muito ousado, ele decidia e fazia na hora, prometia e cumpria imediatamente, embora um coronel do exército acostumado com a vida dura de paraquedista, era extremamente amável, gostava dos pobres, frequentava as comunidades mais distantes de Rondônia, chegava, descia e comia o que tinha sem reclamar”. O governador aproveitou para comparar o tempo do governo Jorge Teixeira com os dias de hoje. “Jorge Teixeira não precisava marcar hora para ser recebido pelo presidente João Figueiredo, ele pedia e o Mário Andreazza atendia de imediato. No seu tempo não tinha Tribunal de Contas, MP e nem Procuradoria. Comparo a administração do Teixeirão com a do presidente Juscelino Kubtscheck. Se fosse hoje, Juscelino não construiria um prédio em Brasilia. O mesmo aconteceria com Jorge Teixeira a respeito da estruturação do nosso estado. Hoje a gente tem que dançar conforme a música, tem que dançar o samba miudinho, se não os órgãos fiscalizadores embargam tudo”, finalizou o governador Confúcio Moura.

 

Histórico

O Memorial Jorge Teixeira foi fundado em 14 de outubro de 1993 num ato corajoso de 63 antigos colaboradores e amigos do governador Jorge Teixeira de Oliveira, que por iniciativa própria decidiram preservar e manter em exposição permanente com documentos, fotos, publicações em jornais, além de objetos pessoais, que abrangem os anos de 1979 a 1985, período este da estruturação, criação e consolidação do ex-Território Federal de Rondônia em Estado. O Memorial Jorge Teixeira é um dos mais importantes centros de exposição e divulgação da história político-administrativa do estado de Rondônia naquele período.

Acervo

O acervo do Memorial é parte importante da História do Estado e tem 350 peças, entre objetos pessoais do ex-governador, comendas que ele ganhou no período em que esteve em Rondônia e em Manaus – onde ele foi prefeito -, mapas, revistas, jornais, filmes, fitas de gravação sonora, entre outros objetos e documentos.

O Memorial fica aberto à visitação pública de segunda a sexta feira no horário comercial.

A sede do Memorial fica à rua José do Patrocínio 501, na frente do teatro Banzeiros, no bairro Caiari.

Texto: Silvio M. Santos
Fotos: Ésio Mendes


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe