Governo de Rondônia
Terça, 13 de abril de 2021

SEGURANÇA ALIMENTAR

Segurança alimentar é foco de curso oferecido às merendeiras pela Emater e o Sebrae-RO

07 de outubro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Além de adquirir conhecimentos para sua formação, os alunos da rede estadual de ensino do município de Colorado do Oeste terão agora mais um motivo para frequentarem a escola: uma alimentação saudável e de qualidade. Por meio de uma parceria firmada entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RO), agricultores familiares e merendeiras da região Sul do estado foram capacitados à manipulação de alimentos.

Pequenas mudanças de hábitos no dia a dia.

Curso mostrou pequenas mudanças de hábitos no dia a dia

Os 30 participantes aprenderam receitas nutritivas e receberam orientações sobre como higienizar, conservar, preparar e distribuir os alimentos. O interessante é que os produtos utilizados foram os produtos adquiridos através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), onde o governo estadual, em parceria com o governo federal, compra a produção diretamente do agricultor e a distribui entre as instituições que atuam com famílias em situações de vulnerabilidade.

Segundo a extensionista da Emater-RO, Ana Paula Salviana de Lázari, a necessidade de oferecer uma capacitação às merendeiras surgiu com as visitas realizadas pelos extensionistas nas escolas beneficiadas com o PAA. Em conversa com os diretores, eles ouviram que muitos dos produtos recebidos não estavam sendo aproveitados em sua totalidade. “Havia um grande desperdício dos alimentos exatamente onde o alimento deveria ser aproveitado, que é na cozinha”, disse

Enoelma Nunes, do Escritório Regional da Emater de Colorado do Oeste, explicou que o descarte de cascas, sementes e raízes que poderiam ser usadas em diversas receitas é um exemplo de como se joga na lixeira o que deveria estar no prato. “A alimentação sustentável é capaz de combater este processo com pequenas mudanças de hábitos no dia a dia: aproveitamento integral, conservação e correta manipulação dos produtos”.

O curso foi ministrado pela médica veterinária Marili Gramolim Garcia Winckler, de Cuiabá-MT. Para ela, é preciso capacitar as merendeiras no preparo de alimentos diferenciados e nutritivos, que agradem ao paladar das crianças. Além disso, é muito importante ensinar as práticas corretas de higiene e manipulação, para evitar intoxicações. “O foco é a segurança alimentar”, explicou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Wania Ressutti
Fotos: Emater-RO
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Capacitação, Educação, Saúde


Compartilhe