Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

PLANEJAMENTO

Segurança pública foca em prevenção e tecnologia para enfrentar criminalidade em 2016

27 de janeiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

agenda-gov-sesdec

As polícias civil, militar, técnica e Corpo de Bombeiros apresentaram o planejamento de ações para executar no estado em 2016

 

O plano de ação dos órgãos estaduais de segurança pública para 2016 tem foco na prevenção, captura de foragidos e operações integradas em pontos estratégicos. A qualificação de pessoal, uso de aparato tecnológico e inteligência também estão contemplados na programação. As ações serão mais substanciais e ocorrerão nos municípios do Vale do Jamari e capital. A explanação, feita na segunda-feira (25) no Palácio Rio Madeira ao governador Confúcio Moura.

Nas intervenções que fez, o governador pediu que sejam dadas respostas rápidas aos problemas sofridos pela população. O Estado, segundo ele, deve conhecer os anseios populares e atuar com eficiência e celeridade na satisfação das demandas. Ele também informou que serão oferecidas condições para que os profissionais da área possem desenvolver os trabalhos.

O secretário Antônio Carlos dos Reis, da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), conduziu a apresentação, que foi feita pelo diretor geral da Polícia Civil, delegado Elizeu Muller, coronel Ênedy Dias, comandante geral da Polícia Milita (PM), coronel bombeiro Silvio Rodrigues, comandante do Corpo de Bombeiros Militar, e pelo perito Girlei Veloso Marinho, titular da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (Politec).

PLANEJAMENTO

Para Reis, os planos apresentados pelos organismos são compatíveis com a proposta da Sesdec. ”Não se faz polícia de forma isolada, tem que haver integração”, disse o secretário, referindo-se ao trabalho integrado das instituições de segurança pública. Ele deixou claro que as ações prioritárias estão voltadas para Porto Velho e municípios de Monte Negro, Buritis, Machadinho do Oeste, Campo Novo e Alto Paraíso.

A criminalidade no Vale do Jamari, segundo Reis, tem origens identificadas. São decorrentes das disputas por terras e tráfico de drogas. Destes derivam outras ocorrências como roubos, furtos, receptação e crimes contra a vida. Na capital, outros componentes contribuem para a criminalidade, como o tráfico de drogas e a ação de apenados que não retornam aos presídios após saídas temporárias.

Para fazer frente ao problema, a Sesdec tem adiantados prédios de Unidades Integradas de Segurança Pública (Unisp), que abrigarão os organismos policiais num único espaço e proporcionarão agilidade nas ações.

RELACIONAMENTO

Na área da Polícia Civil, o diretor geral Elizeu Muller, que assumiu o cargo em dezembro de 2015, anunciou mudanças na forma de administrar, revitalização do prédio onde funciona a Academia de Polícia e o compromisso com o combate a criminalidade no Vale do Jamari.

A aproximação com a sociedade foi outro ponto defendido por Muller, que pretende tornar ainda mais popular o telefone 197, para que os cidadãos denunciem o registro de situações que provoquem alguma suspeita de crime. O delegado afirmou que até mesmo a plataforma ‘WhatsApp’ também pode servir como fato de interação entre a população e a instituição policial. Ele também garantiu que entre as providencias está a valorização de delegacias especializadas que atendem as mulheres, as crianças e as que trabalham com crimes contra a vida e o patrimônio.

O planejamento da Politec, que foi criada através de decreto em 2015, segundo o superintendente Girlei Veloso, está focado na modernização da gestão para que produza laudos periciais cada vez mais completos. O órgão tem 172 servidores diversos, incluindo os peritos criminais.

FORMAÇÃO

A formação de pessoal e aquisição de veículos e equipamentos estão entre os planos do Corpo de Bombeiros Militar. A instituição está presente em 17 municípios e tem, respeitando as limitações de ordem financeira, projetos para ampliar sua presença e prestar serviços cada vez mais eficazes à população. O coronel Rodrigues explicou que as operações aéreas apresentam uma nova rota. Ao invés do transporte de doentes para a capital, Cacoal é o novo destino, o que se justifica pelo fato do município ser uma das referências em atendimento hospitalar.

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar destacou ainda o envolvimento da instituição no combate ao mosquito aedes egypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya, trabalho que é feito em parceria com Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa). A estratégia para evitar que as doenças se alastrem pelo estado passa pela mobilização social, que deve ser feita com envolvimento da Polícia Militar e se dá na visita às residências para conscientizar os moradores.

Também recente no cargo, o novo comandante da PM, coronel Ênedy Dias apresentou um roteiro de reuniões que foram realizadas no Vale do Jamari, onde foram definidas as estratégias para pacificar os municípios. Segundo ele, estão previstas operações regulares. Os conflitos por terras exigem, conforme explanou, atuação intensiva e mobilização dos moradores. Ele também mostrou números dos trabalhos realizados pela instituição e propôs mecanismos para qualificar o efetivo.

O governador disse que ficou satisfeito com os planos apresentados. Pediu compromisso com a agilidade na execução dos projetos argumentando que a população cansa de esperar por bons resultados. Segundo ele, é dever do estado responder aos anseios dos cidadãos com serviços eficazes.

Saiba mais:
Sesdec anuncia plano para combater violência na região do Vale do Jamari


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Polícia, Rondônia, Segurança, Serviço


Compartilhe