Governo de Rondônia
Domingo, 18 de agosto de 2019

MODERNIZAÇÃO

Servidores recebem treinamento para uso de sistema eletrônico que eliminará papéis nas tramitações do governo de Rondônia

10 de março de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

São pilhas e pilhas de papéis que ficam até difícil encontrar o servidor público atrás de tantas pastas. Esta é a imagem tradicional dos órgãos públicos, mas esta realidade vem sendo alterada em todo o País e agora chega a Rondônia através da implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) na administração pública do estado. Na última semana, 60 servidores passaram por treinamento. A partir do próximo dia 22 todo processo de nomeação e exoneração do governo terá que ser feito pelo sistema.

Servidores aprendem a usar nova ferramenta para nomeação e exoneração mo governo estadual

Treinamento capacita servidores ao uso da nova ferramenta para nomeação e exoneração no governo estadual

O treinamento faz parte de acordo de cooperação técnica entre o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO) e o governo de Rondônia. ‘‘Desde o ano de 2015 iniciamos as tratativas com o Ministério do Planejamento e o Tribunal Regional Federal da 4° Região [que desenvolveu o sistema], mas o TRF4 exigia que o Estado tivesse autonomia para capacitar e implantar o sistema. Então o governo firmou parceria com o TRE [que utiliza o sistema desde 2015] e o TRF/RO para treinamento dos servidores e implantação do sistema”, explicou o assessor técnico de Análise de Projetos da Superintendência de Estado de Assuntos Estratégicos (Seae) Rodrigo Kreuzberg.

A administração pública já entra no sistema com a versão mais moderna. ‘‘O governo de Rondônia é o órgão pioneiro na implantação da versão 3.0 no estado’’, destacou o secretario de Tecnologia da Informação do TRE-RO, Ruzevan Saraiva, explicando que o Justiça Eleitoral de Rondônia utiliza a versão 2.6. ‘‘Até 2016 era usada a versão 2.6, na virada para 2017 veio a versão 3.0 que tem funcionalidades a mais e a vantagem de ser integradora de SEIs, isso significa que podemos nos conectar com outros SEIs de outras secretarias e órgãos. Já nas versões anteriores há algumas limitações’’, observou.

GARGALOS

Segundo o assessor, o sistema será implantado inicialmente em três frentes de trabalho: Processos referentes a nomeações e exonerações, Diárias e suprimentos de fundo e Aquisições, que abrange a inexigibilidade, registro de preço e adesão à ata. ‘‘A nossa meta é que o sistema seja implantado 100% em toda área-meio até o final do ano, e gradativamente para todos os demais serviços do governo de Rondônia”, acentuou.

Processo de aquisição, suprimento de fundo, diárias e as próprias nomeações e exonerações são exemplos de processos que fazem parte da área- meio.

Rodrigo aponta as vantagens do sistema. ‘‘Isso representa economia de papel e de esforço das pessoas envolvidas nesse processo manual, aproveitando aquelas pessoas responsáveis por malotes em outros serviços. Também vamos conseguir dar mais celeridades aos processos internos, seja na saúde, na educação ou na segurança, os impactos positivos chegarão aos rondonienses’’, afirmou.

Por ser um sistema cedido, a implantação do SEI representa economia para os cofres públicos do estado. ‘‘Optamos por fazer a implantação do sistema por processos comuns a todas as secretarias e que são gargalos para a administração pública. Fizemos um levantamento para identificar quais eram os maiores gargalos e identificados esses três, sendo o de nomeações e exonerações escolhido para iniciarmos a implantação por ser um gargalo e ao mesmo tempo não ser tão difícil de ser tratado em um projeto piloto’’, contou.

MULTIPLICADORES

Diante desses fatos, a primeira etapa do treinamento tem como público-alvo servidores públicos dos setores de Recursos Humanos e gerentes administrativos de todas as secretarias do governo envolvidos nos processos de nomeações e exonerações, 30 deles foram capacitados na quinta-feira (9) e outros 30 na sexta-feira (10). Nesta semana, outros 30 recebem treinamento e mais uma turma também de 30 servidores será capacitada até o dia 22, totalizando 120.

‘‘Estabelecemos que até o dia 15 o uso do sistema é facultativo. A partir do dia 22 de março o uso é obrigatório.  Ninguém vai nomear e exonerar a não ser que seja através do sistema. A ideia é que esses servidores sejam multiplicadores, então toda vez que alguém tiver alguma dúvida sobre o sistema nas secretarias, deve procurar essas pessoas’’, orientou o assessor. De acordo com o assessor, além do treinamento, os servidores terão acesso ao curso em plataforma digital para ficarem ainda mais alinhados ao funcionamento do SEI.

“Todos nós, servidores, sabemos que a implantação deste sistema é a realização de um sonho do governador. Quando ele chegou ao governo, tinha muitos problemas em relação à documentação, aos trâmites dos processos, à própria tecnologia. Esperamos que a implantação do sistema represente melhorias significativas para os serviços públicos do estado’’, destacou o assessor.

Leia mais.

Governo de Rondônia vai eliminar uso de papel com a implantação do Sistema Eletrônico de Informações

 


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Capacitação, Diárias, Governo, Municípios, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe