Governo de Rondônia
Sexta, 20 de setembro de 2019

MORADIA

Sorteio de endereço do residencial Porto Belo II será realizado terça-feira em Porto Velho

10 de outubro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

A Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) na terça-feira (11) realiza o sorteio de endereço de 272 apartamentos do Residencial Porto Belo II, que fica localizado entre os bairros Mariana e Jardim Santana, na zona Leste de Porto Velho. O coordenador de Habitação da Seas, José Carlos Monteiro Gadelha, disse que todas as pessoas que já foram sorteadas devem comparecer na terça-feira, às 8h, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsef), na avenida Rio de Janeiro, no bairro Lagoa.

José Gadelha explicou que o sorteio de endereço é quando a pessoa que foi contemplada fica sabendo em qual apartamento e bloco do residencial ela vai morar. Os apartamentos têm 44 metros quadrados e são compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro, além da área comum (estacionamento, área de lazer e playground infantil).

O coordenador de Habitação disse que os apartamentos que ficam no térreo são adaptados para atender às pessoas idosas ou com deficiência. Técnicos da Seas já fizeram esse levantamento entre as famílias.

Os empreendimentos Porto Belo I, II, III, IV e V estão sendo feitos por meio de uma parceria entre os governos federal, estadual e municipal. No caso do Porto Belo II, foram investidos R$ 17.823.776,68, dos quais R$ 823.776,68 foram do estado; enquanto o município de Porto Velho doou o terreno. Por um período de 10 anos os contemplados vão pagar mensalidades que variam de R$ 80 a R$ 270, conforme a renda famíliar.

Gadelha destacou, também, que a gestão do condomínio é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal, que contrata uma empresa por um período de 12 meses para assessorar os moradores. “A empresa dá um suporte aos moradores nesta fase inicial, mas quem vai administrar o residencial são os condôminos, que elegem sindico e conselho”, esclareceu Gadelha, informando que a taxa de condomínio já foi definida em R$ 128.

Existe ainda um trabalho social que é desenvolvido pela prefeitura da capital, supervisionado pela Seas. A partir do sorteio de endereço, já começa a ser desenvolvido, que é para mobilizar a Companhia de Águas e Esgotos (Caerd), Eletrobras Rondônia Distribuição e as Secretarias de Educação do município e do estado.


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Habitação, Inclusão Social, Rondônia


Compartilhe