Governo de Rondônia
Domingo, 15 de setembro de 2019

MORADA NOVA

Sorteio de endereço encerra mais uma etapa do governo estadual para entrega dos apartamentos no Porto Bello III, em Porto Velho

31 de janeiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Aldenor Ferreira se diz agradecido porque terá sua casa própria aos 68 anos

Aos 68 anos, o carpinteiro acreano Aldenor Ferreira Soares, que reside em Porto Velho há mais de 20 anos, é um dos 272 contemplados com um apartamento no Residencial Porto Bello III, que será entregue até o final de março deste ano. No sorteio realizado nesta quinta-feira (31), no Teatro Guaporé, com a presença da secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social e primeira-dama do Estado de Rondônia, Luana Rocha, Aldenor ficou sabendo que vai morar no Bloco 4, apartamento 12, vizinho à diarista Renata Santiago Machado, 40 anos, que vai morar no apartamento 11 com os três filhos, um deles com deficiência física, principal critério para ela ser beneficiada com o imóvel para chamar de “meu”.

Na solenidade de sorteio, que contou também com a presença da adjunta da Seas, Liana de Almeida; a adjunta da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), Sara Vieira dos Santos; e o assistente sênior da Caixa Econômica Federal, Jackson Matana, a secretária Luana disse que o momento era de bênçãos para as famílias que participavam do sorteio para conhecer sua morada construída pelo governo federal em parceria com o governo estadual e prefeitura, e lembrou de sua infância quando não teve oportunidade de ter uma casa própria.

Ressaltando que hoje Deus tem honrado a ela e aos seus familiares, a secretária deu um breve testemunho de sua vida, citando emocionada que quando criança morava com seus pais e outras três irmãs em uma casa construída pelo próprio pai com latões de pinche, que quando estava muito quente escorria pelo telhado. {Os pais da secretária faleceram há pouco mais de dois anos em um acidente de moto}. “Eu gostaria muito que meu pai estivesse participando deste momento. Mas, por infelicidade, ele e minha mãe não estão. Mas a gente, como representante do Estado, o Coronel Marcos Rocha e o presidente Bolsonaro, faremos articulações em Brasília para que recursos como estes cheguei a Rondônia com mais facilidade”, disse, reforçando que “precisamos nos unir para atingir, não aos nossos benefícios, mas da população, que precisa de resposta e apoio para se desenvolver economicamente”.

Para Sara Vieira, o momento também foi de bênçãos para as mais de 270 famílias que após várias etapas se aproximam do dia de receber a chave. “Pedimos a todos que valorizem o que estão recebendo”, afirmou.

Logo na recepção do teatro, os contemplados recebiam da equipe da Coordenação de Habitação da Seas um manual ilustrativo com orientações sobre como viver em condomínio. O que são áreas de uso comum, convenção condominial, regras de condomínio, função do zelador, função da portaria, papel do síndico, proibições, entre outras informações fazem parte do documento de dez páginas.

Secretária Luana lembrou da infância, quando morou em casa de latão feita pelo pai

Construído na Zona Leste, o Residencial Porto Bello é composto por quatro unidades, cada uma contendo 272 apartamentos contendo sala, cozinha, banheiro e dois quartos. A II e a IV já foram entregues, enquanto a I está em fase de construção. A obra faz parte dos programas sociais de habitação Morada Nova gerenciado pela Seas, Minha Casa Minha Vida, que tem à frente o Ministério das Cidades e a prefeitura da Capital. Termo de adesão assinado pelo governo de Rondônia com o ministério viabilizou a construção com vistas a realizar o sonho da casa própria para várias famílias rondonienses em situação de baixa renda. Também como parte dos critérios, pelo menos 3% dos imóveis são desatinados a pessoas com deficiência e outros 3% a idosos. Entre as pessoas com deficiência beneficiadas, está a aposentada Marina Lima Cabral, 47 anos, que por ser surda estava acompanhada da filha Iasmin Cabral e da neta de dois meses Yara Rebeca.

Os próximos procedimentos a serem realizados antes da entrega, são a vistoria, de 4 a 8 de fevereiro; geração e assinatura do contrato.

Leia mais:

Carteira Funcional facilitará atividade dos profissionais que atuam com Medidas Socioeducativas em Rondônia

Dona de casa consegue tirar o pai da Casa do Ancião após adquirir apartamento no Orgulho do Madeira


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Antônio Lucas
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Evento, Governo, Habitação, Inclusão Social, Municípios, Obras, Rondônia


Compartilhe