Governo de Rondônia
Domingo, 18 de agosto de 2019

PROXIMIDADE

Superintendência de Integração do Estado de Rondônia em Brasília aproxima governos Estadual e Federal

11 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Leandra Dal Bello, superintendente da Sibra

Criada em 1990, a representação do estado de Rondônia na capital federal foi sendo reformulada até que, em julho de 2013, se transformou em Superintendência de Integração do Estado de Rondônia em Brasília(Sibra) e elevou o termo integrar como missão principal do órgão.

Desde integrar as demandas dos cidadãos a serem resolvidas em Brasília quanto integrar os Poderes Executivo e Legislativo Federais ao Executivo Estadual. A Sibra tem como desafio ser o órgão que vai trazer economia para Rondônia. Além de reduzir a necessidade de deslocamento de assessores, secretários e, em alguns casos, até do governador à Brasília.

Com a proposta de funcionar com um caráter técnico, a superintendente da Sibra, Leandra Dal Bello é do recente quadro de carreira criado no estado, denominado Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG), Leandra que também é advogada tem implementado a sua experiência jurídica à gestão de processos públicos e ações de gestão de pessoal e governamental. ” Quem está à frente da gestão pública precisa ter em mente a economicidade como objetivo de todas as ações, porque a carga que o erário cobra do cidadão é alta. Então a resposta é economizar o que nos é imposto e dar excelente resultado ao orçamento público”, define.

Com o alinhamento político do governador do estado de Rondônia, Marcos Rocha, ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a ideia é aproximar os executivos levando mais desenvolvimento para a unidade federativa. A Sibra tem a missão de estar próxima dos andamentos que aconteçam na capital. Os projetos e programas de governo, bem como ações que envolvam cooperação entre o estado e a União, podem ser articulados mais facilmente com a participação da superintendência de Rondônia na capital federal.

A sede da Sibra situa-se no Setor de Autarquias Sul (SAUS), quadra 4 sala 227. Composta de 5 salas, onde uma delas é exclusivamente de uso do governador e tem espaço para reuniões. Os demais espaços comportam os setores de comunicação do governo, de orçamento, administrativo-financeiro e atendimento.

NÚMEROS

Ao final do ano de 2017, a Sibra possuía um quadro de 27 servidores lotados no local. Com a nova gestão foi promovida uma redução de 44%. Desta forma a superintendência passou a comportar 15 servidores. “A ideia é uma gestão de tarefas na qual eu possa observar as maiores competências de cada funcionário. Desta forma, pode-se alocar cada um ao que vai executar melhor”, explicou a superintendente. Segundo Leandra, foi necessário manter parte do quadro técnico que fazia a Sibra funcionar. “É preciso que haja uma qualificação constante dos colaboradores e dos processos para que se tenha uma maior agilidade”, definiu.

INVESTIMENTOS

Há diversas oportunidades de investimentos para Rondônia que podem ser articuladas na capital federal. A mais frequente é advinda dos recursos da bancada federal. Desta forma, o ideal é que a Sibra esteja bem alinhada com os representantes de Rondônia no Congresso Nacional de modo que eles possam atender às demandas do executivo.

Além disto, diversos projetos e programas do governo federal que podem levar desenvolvimento a Rondônia. Desta forma, a Sibra precisa estar atenta às atividades do executivo federal.

Existem também oportunidades junto a Organismos internacionais, embaixadas e mesmo empresas que queiram comercializar com a região norte do Brasil.

Leia mais:

 Diretoria Técnica Legislativa pretende dar celeridade no acesso à informação em Rondônia

 Reestruturação da Emater-RO visa modernização para uma assistência técnica e extensão rural eficiente

Governo cria catálogo virtual de materiais e controle de registro de preços e serviços

 Caerd inicia fase de reestruturação em Rondônia e pretende aumentar a capacidade de atendimento

Controlador ressalta transparência e melhoria nos processos organizacionais na CGE

Presidente destaca valorização da defesa sanitária para o crescimento econômico no setor produtor de Rondônia

 Fapero deve consolidar estrutura de investimento em pesquisas que contribuem com a economia de Rondônia

 Autonomia financeira para as instituições de segurança e investimento em tecnologia são prioridades de governo

 Patrimônio e Regularização Fundiária são reorganizados na nova gestão estadual

 Superintendente busca celeridade em processos e quer resgatar Flor do Maracujá para o período junino

 Governo estabelece meta de redução de gastos públicos essenciais em 20%  

 Governo estimula regularização, conformidade fiscal e condições na concorrência de mercado

 Ideias com soluções tecnológicas para Rondônia é prioridade para Superintendência do Estado para Resultados

Prioridade do governador e o novo gestor da Sesau é construir um novo Hospital e Pronto Socorro João Paulo II

 Diretriz da nova gestão é atrair mais investidores para Rondônia, diz superintendente da Sedi

 Atendendo às diretrizes do governador, secretário de Planejamento quer reduzir a despesa da máquina administrativa

 Novo secretário da Educação quer fortalecer ensino médio e incentivar resultados nacionais de alta performance

 Sedam quer destravar processos de licenciamentos ambientais e dar celeridade às ações no estado


Fonte
Texto: Alex Nunes
Fotos: Alex Nunes e Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo


Compartilhe