Governo de Rondônia
Sábado, 06 de março de 2021

GASTRONOMIA

Superintendência de Turismo promove o pirarucu como símbolo gastronômico de Rondônia

27 de junho de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Rondônia é um dos maiores produtores de peixe do país. Em 2015, a Superintendência Estadual de Turismo (Setur) lançou oficialmente o selo “Peixe de Rondônia – Saboreie essa ideia” com a imagem estilizada do Pirarucu, lançado durante a PortoAgro, oficializando o “Pirarucu Rondon” como prato típico do estado.

Piracau, feito à base do pirarucu, é servido com molho de chocolate, acompanhado com arroz e farofa de castanha

Piracau, feito à base do pirarucu, é servido com molho de chocolate, acompanhado com arroz e farofa de castanha

Visando expandir o potencial da piscicultura, a Setur mobilizou participantes para uma oficina de capacitação de 30 chefs de restaurantes de Porto Velho que incluíram o pirarucu em seus pratos.

A Setur também patrocinou o festival gastronômico “Cacoal Sabores” de 2015 promovendo, entre os pratos, a culinária à base do pescado, e promoveu ainda o prato “Piracau” (pirarucu e cacau) produzido pela chef Melissa Almeida na Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Neste ano, a Setur participará mais uma vez da PortoAgro promovendo a gastronomia com base no pirarucu. A ideia é desenvolver também um amplo plano de marketing objetivando atrair os restaurantes da capital para a ação de incluir o pescado em seus cardápios, e direcionar a mídia para o público consumidor, considerando não apenas o aspecto econômico, bem como, a identidade cultural de Rondônia que perpassa pela culinária.

Um livro de receitas assinadas por chefs reconhecidos e premiados, tendo o pirarucu como principal ingrediente dos pratos, será publicado pela Setur. Todo o material será disponibilizado também na internet.

O próximo passo é fazer com que a identidade visual “Peixe de Rondônia – Saboreie essa ideia” esteja presente em placas de sinalização no Vale do Guaporé, a partir de 2017, para que os restaurantes da região também se engajem no projeto. A Setur tem buscado parceiros na iniciativa privada e pedido emendas parlamentares para atender e viabilizar a proposta.

A Setur também promove nas feiras nacionais e regionais a pesca esportiva e a gastronomia como vetores essenciais para o desenvolvimento do turismo de Rondônia. Nestes espaços, são disponibilizadas fotos, panfletaria e degustação do pirarucu, o que acaba gerando mídia espontânea para que todos reconheçam o pescado como parte intrinsecamente ligada ao turismo.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Taciana Guzman
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia, Turismo


Compartilhe