Governo de Rondônia
Sábado, 25 de janeiro de 2020

CRIANÇA FELIZ

Técnicos da assistência social são capacitados para melhor desenvolvimento das crianças em Rondônia

21 de agosto de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Representantes de 13 dos 52 municípios rondonienses participam no auditório da Escola de Governo, no Palácio Rio Madeira (PRM), em Porto Velho, do primeiro módulo da capacitação do Programa Criança Feliz, com o tema Guia de Visita Domiciliar, sob a coordenação da equipe da Coordenadoria de Assistência Social da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (CAS/Seas). O evento, aberto na segunda-feira (19), segue até esta sexta-feira (23), das 8h às 12h e das 14h às 18h; e será retomado na próxima semana, com o segundo módulo Cuidados para o Desenvolvimento da Criança, no mesmo horário.

Capacitação dos técnicos dos municípios é ministrada pela equipe da Seas, em Porto Velho

O Criança Feliz é uma iniciativa do governo federal desenvolvida em parceria com os estados e municípios com a proposta de ampliar a rede de atenção e o cuidado integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. O foco são as crianças de 0 a 6 anos e as gestantes. O programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças, buscando envolver ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos.

A meta em Rondônia é atender a 3.250 crianças de 0 a 3 anos, estimulando a responsabilidade dos adultos que são referência para elas no seu dia a dia, estabelecendo os vínculos afetivos mais próximos durante os seus primeiros anos de vida. O programa também promove o fortalecimento do papel das famílias no cuidado, na proteção e na educação das crianças na primeira infância e encoraja o desenvolvimento de atividades lúdicas envolvendo outros membros da família.

Outro papel importante do Criança Feliz é reforçar a implementação do Marco Legal da Primeira Infância, Lei 13.257/2016, que ressalta a necessidade da integração de esforços da União, dos estados, dos municípios, das famílias e da sociedade no sentido de promover e defender os direitos das crianças e ampliar as políticas que promovam o desenvolvimento integral da primeira infância.

Pela Resolução nº 07, de 22 de maio de 2017, do Conselho Nacional de Assistência Social, podem aderir ao programa os municípios e Distrito Federal que tenham: Centro de Referência de Assistência Social  (CRAS) com registro no Cadastro Nacional do Sistema Único de Assistência Social (CadSuas); e pelo menos 140 indivíduos do público prioritário do programa, que não exige contrapartida financeira dos estados e municípios e nem impede as famílias de receberem o benefício do Bolsa Família.

Participam da capacitação, três representantes do município de Alto Paraíso, um de Cacoal, três de Campo Novo de Rondônia, um de Cerejeiras, cinco de Corumbiara, dois de Costa Marques, cinco de Cujubim, três de Espigão do Oeste, um de Ministro Andreazza, quatro de Presidente Médici, três de São Francisco do Guaporé e dois de Vilhena.

Leia Mais:

 Seas incentiva municípios a ampliarem Programa Criança Feliz em Rondônia com apoio do voluntariado

 Cerejeiras alcança meta de três meses e pode ampliar em 100% o atendimento do programa Criança Feliz


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Leandro Morais e equipe CAS
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Brasil, Capacitação, Cultura, Cursos, Educação, Esporte, Evento, Governo, Inclusão Social, Lazer, Municípios, Rondônia, Saúde, Serviço, Servidores, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe