Governo de Rondônia
Quarta, 03 de março de 2021

PRODUÇÃO

Termo de Cooperação com Basa vai facilitar financiamento do agronegócio em Rondônia

17 de fevereiro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

O Banco da Amazônia (Basa) prepara para o dia 1º de março conferência em Porto Velho sobre investimentos no setor produtivo, que vai reunir, além de produtores rurais, empresários e suas representações. Na ocasião, o governador Confúcio Moura e o presidente da instituição, Marinaldo Melo, assinarão Termo de Cooperação para regular investimentos de até R$ 1 bilhão no agronegócio rondoniense.

O secretário Emerson Castro com Edmar Bernaldino, superintendente do Basa, discutem a agenda do evento O secretário Emerson Castro com Edmar Bernaldino, superintendente do Basa, discutem a agenda do evento

O secretário Emerson Castro com Edmar Bernaldino, superintendente do Basa, discutem a agenda do evento

O anúncio foi feito pelo superintendente regional do Basa, Edmar de Souza Bernaldino, durante visita ao secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro, para ajustar o programa do evento à agenda governamental e planejar sua execução, tendo em vista que se trata de uma reunião conjunta.

Em nome do governador Confúcio Moura, o secretário Castro enalteceu a iniciativa do Basa, destacando que a parceria com o estado tem possibilitado investimentos importantes no campo e nas cidades, gerando riqueza, renda e movimentando a economia estadual. Segundo ele, firmar esse termo é importante porque vai estabelecer as competências de cada um, além das condições para contratação e aplicação dos recursos, de modo que, a exemplo de anos anteriores, o estado e seus empreendedores nos 52 municípios possam usufruir bem desses recursos na implantação de seus projetos, na agroindústria, na produção de grãos, carne, leite e seus derivados.

Para Bernaldino, a presença do presidente do banco em Rondônia vai além das formalidades de assinatura do Termo de Cooperação. Segundo ele, Marinaldo Melo quer agradecer o apoio e a parceira do estado no exercício de 2015, renovar as expectativas e ampliar as relações para este ano. “Trabalhamos juntos e estamos firmes nesta parceria também para este ano”, disse.

Ele citou a importância da presença do Basa na 5ª Rondônia Rural Show e em todas as feiras agropecuárias programadas para este ano, além de uma série de pequenos e grandes negócios urbanos, assim como, os projetos para a agricultura familiar que já têm hoje R$ 696 milhões reservados.

Bernaldino explicou que pouco mais de 70% desse volume de recursos será destinado prioritariamente ao agronegócio, em especial à agricultura familiar, também em projetos maiores nas áreas da agricultura, como a produção de grãos, na pecuária, na produção de carne, leite e derivados; e em tecnologia para melhoramento genético, na piscicultura e na suinocultura e nas respectivas indústrias desses setores.

O superintendente observou que Marinaldo Melo deseja também apresentar uma espécie de relatório com os resultados das ações do Basa em Rondônia. Para se ter uma ideia, nos últimos cinco anos o banco investiu no estado R$ 5 bilhões no financiamento de projetos importantes para o setor produtivo, que com o apoio do governador Confúcio Moura e sua equipe foram fundamentais para estimular a produção em todos os níveis. “Sozinhos não podemos fazer nada”, afirmou Bernaldino, justificando a importância da parceria com o governo estadual, que tornou Rondônia o mais importante exportador de carnes e grãos da região amazônica.

O secretário Emerson Castro agradeceu a deferência de Bernaldino, lembrando que um estado com uma vocação tão peculiar como Rondônia não tem o direito de desperdiçar qualquer oportunidade, tendo no Banco da Amazônia a segurança de um dos principais parceiros no projeto de desenvolvimento do setor produtivo.

Saiba mais:
Basa vai investir até R$ 1 bilhão no agronegócio rondoniense em 2016


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Evento, Governo, Piscicultura, Rondônia


Compartilhe