Governo de Rondônia
Terça, 17 de setembro de 2019

ATRAÇÃO TURÍSTICA

Trecho de trilho em frente ao Memorial Rondon será usado para passeios de litorina

22 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Os passeios turísticos de litorina são defendidos pela Associação dos Ferroviários

Um pequeno passeio de litorina em pouco mais de 400 metros de trilho será possível nos próximos dias para os turistas que visitarem o Memorial Rondon, localizado no entorno da capela de Santo Antônio, na estrada que leva o mesmo nome. A ideia tornou-se realidade por meio de um conjunto de ações desenvolvidas em parcerias com o Governo do Estado, Prefeitura, 17ª Brigada de Infantaria de Selva e Santo Antônio Energia, garantindo um atrativo a mais às visitações ao acervo histórico e exposição permanente “Rondon, o Marechal da Paz”,  que já se consolidou como uma das grandes atrações turísticas de Porto Velho.

No final da tarde de quinta-feira, 21, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, foi conferir ‘in loco’ toda a estrutura do local, bem como o trabalho de instalação e limpeza realizado por reeducandos do regime semiaberto que fazem parte do Projeto Fazenda Futuro, da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus). Os reeducandos atuaram nos reparos e limpeza dos trilhos da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, no trecho que vai desde o histórico Casarão dos Ingleses, passando em frente à igreja de Santo Antônio até próximo da Vila Candelária.

Os passeios turísticos de litorina são defendidos pela Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (Asfemm), conforme conta o condutor Antônio Moisés. A litorina é um vagão ferroviário com motor diesel e condutor próprio que andava a 40-60 quilômetros por hora, com cerca de 12 passageiros. Segundo o condutor, o “vagãozinho”, como era chamada na Era de Glória da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, está em Porto Velho desde 1932, sendo a única que ainda resta e que no passado transportava diretores, engenheiros da lendária EFMM.

O governador Marcos Rocha esteve acompanhado da secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social e primeira-dama, Luana Rocha, e do superintendente Estadual de Turismo, Gilvan Pereira Júnior. Após percorrer todas as instalações do Memorial Rondon, foram apresentadas as medidas desenvolvidas para que a litorina pudesse ser utilizada, momento em que foi realizado um rápido passeio até Casarão dos Ingleses, localizado a poucos metros do Memorial. O governador Marcos Rocha acenou com a possibilidade de o Governo revitalizar o espaço físico do Casarão para que possa futuramente receber a população, bem como turistas que procuram conhecer um pouco da história tanto da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré quanto da expedição de Marechal Rondon que eternizou a frase: “morrer se preciso for, matar nunca”.

Segundo afirmou o administrador do Memorial Rondon, Antero Ribeiro, em média 1.800 pessoas visitam todos os meses os salões de exposições que relatam a história com painéis, fotografias, quadros, utensílios e réplicas de objetos usados na época que marcou a saga da longa expedição realizada por Cândido Mariano da Silva Rondon, conhecido como Marechal Rondon. O Memorial Rondon funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 16h, na Estrada Santo Antônio.

 


Fonte
Texto: Paulo Ricardo Leal
Fotos: Ésio Mendes e Nilson Santos
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Turismo


Compartilhe