Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

SEGURANÇA

Treinamento de bombeiros militares promove resultado positivo em operações de resgate

05 de fevereiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

BOMBEIROS 2

Bombeiros em treinamento em Porto Velho

Para melhorar a qualidade dos serviços prestados à população nas diversas áreas, o governo de Rondônia tem incentivado as secretarias e demais órgãos a promover, periodicamente, cursos de aperfeiçoamento profissional. Entre eles está o de negociação em ocorrência de sequestros, tentativas de suicídio, assaltos com reféns, entre outros conflitos sociais oferecido pela Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

O curso foi destinado a oficiais do Corpo de Bombeiros e das Polícias Militar e Civil, além de servidores de órgãos federais que atuam na área da segurança pública. De acordo com o tenente-coronel, Gregório de Lima, diretor de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros, participaram desse curso pelo menos cinco bombeiros, dos quais três tiveram participação decisiva em pelo menos cinco tentativas recentes de suicídio, que não foram concretizadas devido à intervenção desses profissionais.

O caso mais recente ocorreu na noite de domingo (1), quando um jovem de 25 anos subiu em um posto de energia, no bairro Floresta, em Porto Velho, com o intuito de cometer suicídio. O ato só não foi concretizado, segundo o tenente-coronel, porque houve a intervenção dos bombeiros especialistas em negociação, tenentes Hugo Rios, Felipe Vital e Sued Rocha, auxiliados pelo sargento, José Feliciano.

“Inicialmente, os bombeiros subiram para dialogar com o jovem, que depois de 1h30 pulou do poste, mas foi segurado pelo braço pelo tenente Hugo Rios, que estava na Auto Escada Mecânica”, citou Gregório de Lima, explicando que o equipamento faz parte do Trem de Socorro dos bombeiros, composto também por uma Auto Busca e Salvamento e uma Unidade de Resgate.

BOMBEIROS

Tenentes-bombeiros, Rocha, Hugo Rios e Vital destacam importância dos cursos de aperfeiçoamento

DIÁLOGO

Para obter êxito nesse tipo de ação, de acordo com os bombeiros que ganharam notoriedade nas redes sociais nesta semana, é necessário tentar aproximar-se da vida com diálogo, buscando saber o que a teria levado a essa tentativa; e depois criar uma ligação, chamada de “rappot”, elo entre o negociador e a vítima. Eles informaram que muitas vezes essas atitudes são decorrentes de fatores psicológicos com a quebra de relacionamentos ou perda de parentes, problemas financeiros ou por uso de drogas ou bebidas alcoólicas.

“Aconselhamos as pessoas que se deparam com esse tipo de situação a acionar os bombeiros e evitar ficar incitando a vítima para que se jogue”, orientou o tenente Rocha.

Os bombeiros atribuem o sucesso das ações no Estado, em situações adversas, às instruções recebidas durante a formação para ingressar no quadro do Corpo de Bombeiros Militar e aos cursos de aperfeiçoamento periódicos.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Ésio Mendes e Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe