Governo de Rondônia
Quarta, 03 de março de 2021

FÓRUM BRASIL CENTRAL

Turismo indica relator para apresentar propostas ao Fórum de Governadores

07 de outubro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Sem chegar a uma definição sobre a necessidade de instalação da Câmara de Turismo e da eleição de seus membros, as autoridades da área dos seis estados que integram o Fórum de Governadores Brasil Central decidiram apenas indicar um relator – o jornalista Jaime Recena, secretário-adjunto de Turismo do Distrito Federal – para expor ao Fórum nesta sexta-feira (7) resultado das discussões do grupo quanto aos seus objetivos.

As autoridades do setor de Turismo do Brasil Central defendem parceria com o Sebrae

As autoridades do setor de Turismo do Consórcio Brasil Central defendem parceria com o Sebrae

A decisão de não avançar na discussão dos temas da pauta, que previa a instalação da Câmara de Turismo, o planejamento de suas ações estruturantes e o plano de ação para 2017, esbarrou no projeto do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Distrito Federal, já bem adiantado e que contempla um plano integrado de promoção, com feiras, eventos, etc, capaz de atender às necessidades do Consórcio de Governadores do Brasil Central, inclusive com a criação de uma identidade visual única.

Neste ponto Recena informou que marcará já para a próxima semana uma reunião do Grupo Técnico com a Diretoria do Sebrae/DF, para discutir a parceria com o Consórcio que, segundo ele, é uma alternativa valiosa para todos, inclusive sob o ponto de vista legal, eis que atos como os de licitação, por exemplo, exigem formalidades que podem atrasar procedimentos e até gerar decisões que penalizam a gestão. “Vamos, primeiro, realizar uma reunião nossa com os dirigentes do Sebrae dos seis estados visando o estabelecimento da parceria”, disse,

Outra missão do relator nesta sexta-feira é demonstrar a necessidade dos dirigentes do Consórcio sensibilizar suas bancadas na Câmara dos Deputados, para evitar a aprovação do substitutivo adotado pela Comissão Especial Casa ao Projeto de Lei nº 442/91, em tramitação, que trata da exploração do jogo de fortuna (cassinos) em todo território nacional, que na visão do Grupo Técnico, contempla todos os interesses das regiões Sul, Sudeste e Nordeste, mas não favorece em nada os estados da região do Brasil Central.

A previsão é de que o Grupo adote novas posições e até aprove outras propostas de interesse geral, como a do projeto de mídia unificada, até que se defina pela instalação plena da Câmara de Turismo do Consórcio Brasil Central, que neste momento, segundo o grupo, é uma medida prematura pelas exigências que se sobrepõem, motivo pelo qual pode esperar a reunião conjunta com o Sebrae.

O governador Confúcio Moura tem todo interesse no desenvolvimento do turismo rondoniense, e vê na força do Consórcio uma estratégia de estado capaz de responder aos interesses de todos, já que, instalada, terá melhor estrutura para atingir seus objetivos de integrar e promover o turismo no Brasil Central por meio de ações conjuntas de gestão, qualificação profissional e promoção, visando a consolidação e divulgação dos principais roteiros e produtos da região dentro e fora do Brasil, o que é de interesse geral.

Integram o Grupo Técnico, embrião da Câmara de Turismo do Brasil Central, além do superintendente de Turismo de Rondônia, Júlio Olivar, e o jornalista Jaime Recena, secretário-adjunto de Turismo do Distrito Federal, Alexandro de Castro Silva, secretário de Desenvolvimento e Turismo do Estado do Tocantins, Cynthia Cândida Corrêa, Superintendente de Turismo de Mato Grosso, Luciano Dantas, do Estado de Goiás, Renato Roscoe, secretário de Turismo de Mato Grosso do Sul, e Nelson Cintra, presidente da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, e sua assessora, Fernanda Bentasol.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Admilson Knigthtz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Evento, Governo, Rondônia, Turismo


Compartilhe