Governo de Rondônia
Quarta, 20 de março de 2019

BANCO DE DADOS

Informações sobre Empresas e Negócios serão integradas na plataforma do Observatório Estadual

15 de fevereiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Parceria entre a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) e a Junta Comercial de Rondônia (Jucer) deve viabilizar, nos próximos meses, a incorporação de diversos dados e informações relacionadas a empresas e negócios do Estado, na plataforma do Observatório Estadual de Desenvolvimento Regional (ODR). A ferramenta, com base instalada na Sepog, trabalha informações recebidas dos diversos órgãos, relaciona com uma série de dados e indicadores existentes, organiza e disponibiliza as informações geradas em um ambiente único, que pode ser acessada por qualquer cidadão.

O apoio institucional foi tema de reunião entre o presidente da Jucer, Vladimir Oliani, acompanhado do vice-presidente do órgão, Róger Francis, a gerente do ODR, Camila Markeline, e técnicos da área. A integração das informações terá como base o banco de dados da Jucer que utiliza como fonte, entre outras ferramentas, a Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), meio que permite ao cidadão abrir ou regularizar o seu negócio de forma simplificada e sem burocracia. Na ferramenta, os órgãos responsáveis pelo registro e legalização da empresa atuam de forma integrada, permitindo a realização de todo o processo de uma só vez.

O presidente Vladimir citou como uma das vantagens de parceria, a possibilidade de um empresário de determinado ramo, que tenha interesse de instalar um novo empreendimento em Rondônia, identificar a localização de instalação mais viável, principalmente se este empreendedor for de fora do Estado.  “Todas as empresas de Rondônia passam pela Jucer e as informações geradas e integradas à plataforma do Observatório ganharão visibilidade e poderão ser utilizadas para maiores benefícios do desenvolvimento do Estado. São informações de relevante importância para o direcionamento de novos empreendimentos e potencialidades”, destacou o presidente.

Sobre o Redesim, o coordenador da rede , Éder Neves, explicou que o sistema funciona como porta de entrada das informações na Jucer. “No final do processo, a ferramenta gera informações específicas. Com essas informações agregadas ao Observatório será possível o Estado oferecer dados com maior qualidade à classe empresarial. Será possível também o desenvolvimento de políticas públicas mais assertivas, subsidiar a tomada de decisão da alta administração, entre outros benefícios.

Além de alimentar o banco de dados do Observatório, Éder explicou que já existe um novo projeto voltado para o fortalecimento da plataforma. “Vamos integrar a divulgação do Observatório no projeto desenvolvido pela Jucer nas Universidades, onde será possível a apresentação da ferramenta para áreas de formação ligadas ao empreendedorismo, estimulando a disseminação e utilização mais estratégica das informações”, complementou.

A plataforma do Observatório pode ser acessada por meio do portal www.odr.ro.gov.br.

Leia também:

Desenvolvimento do interior de Rondônia é viabilizado pela atuação das Secretarias Executivas Regionais


Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Frank Nery
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Esporte, Governo, Municípios, Rondônia, Servidores


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube