Governo de Rondônia
Quinta, 21 de março de 2019

AVANÇO

Metas para a melhoria da qualidade do SUS em Rondônia são debatidas com Ministério da Saúde

18 de fevereiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

AVANÇO – Durante reunião do Conass, Rondônia defende ampliação do SUS no Estado

O secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, se reuniu durante dois dias com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Na pauta, políticas públicas de Saúde e metas para a melhoria da qualidade do Sistema Único de Saúde em Rondônia.

Ele  participou ainda, durante a primeira reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) de 2019, ocorrida quinta-feira (14), no auditório da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas/OMS), em Brasília, da discussão sobre ações voltadas para questão da saúde indígena no Brasil e cobertura vacinal contra o sarampo.

A reunião contou com a presença maciça de gestores estaduais e municipais de saúde. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, conduziu os trabalhos acompanhado de sua equipe.

Segundo Fernando Máximo, durante a reunião foi definida a criação de um Grupo de Trabalho (GT) composto pelo Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) para a discussão da saúde indígena, tema apontado pelo ministro da Saúde como prioridade. “Espero que com este GT nós possamos avançar e qualificar esse sistema que é paralelo e que precisa ser integrado ao SUS”, observou.

Na pauta central, a cobertura vacinal e a situação do sarampo no país foram o ponto alto do debate. Segundo os dados apresentados, em 2018 foram 10.302 casos confirmados da doença. Em 2019 já há 33 casos em investigação e as coberturas vacinais continuam em queda.

De acordo com o ministro Mandetta, é necessário refazer um pacto sobre a vacinação no Brasil. “A cobertura vacinal está muito baixa e essa situação traz grandes implicações para o país como um todo”, alertou.

EM PAUTA – Grupo para discutir saúde indígena é criado

Leonardo Vilela, presidente do Conass, ressaltou que é preciso rever questões como as condições de transporte, armazenamento e aplicação das vacinas, bem como outras variáveis relativas à vacinação. “Ano passado nós fizemos uma oficina sobre essa questão e vários estados mostraram suas iniciativas como por exemplo, a criação de leis que condicionavam a matrícula a cartões de vacinação em dia”.

Ainda na reunião, os gestores discutiram a situação epidemiológica da febre amarela  e chamaram a atenção para a importância de se debater também a dengue, ressaltando ser necessária uma grande mobilização nacional para tratar do assunto.

Sobre a cobertura vacinal contra o sarampo, Fernando Máximo destacou a situação confortável de Rondônia. O estado de Rondônia recebeu 126 mil novas doses da vacina contra o sarampo ano passado, como reforço para cobertura vacinal, dentro da  campanha do Ministério da Saúde, realizada em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), para imunizar crianças com idade de 1 e 5 anos. Rondônia registrou apenas um caso da doença confirmado em 2018.


APOIO À GESTÃO

O presidente do Conasems, Mauro Junqueira, lançou o Painel de Apoio à Gestão. A ferramenta tem o objetivo de auxiliar o gestor municipal nos processos de regionalização. “Nessa ferramenta é possível acessar todas as informações em um só lugar, público e de fácil acesso. Acredito que ela representa um avanço para a gestão”, disse.

O presidente do Conass parabenizou a iniciativa. “Um instrumento como esse faz com que possamos multiplicar os recursos escassos para que eles sejam melhor aplicados em prol da saúde da população”.

ASSEMBLEIA

O secretário de Saúde de Rondônia, participou da primeira assembleia de 2019 do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), realizada n quarta-feira (13), em Brasília. Durante o encontro, foram explicados os projetos do Programa de Apoio às Secretarias Estaduais de Saúde, com a assinatura de um termo de adesão por parte de cada secretário, além do projeto de fortalecimento da gestão estadual do SUS.

O encontro contou com a participação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O início dos trabalhos se deu com a apresentação dos representantes de cada estado, já que 20 novos secretários passaram a integrar o Conass, além dos sete gestores que permaneceram em seus cargos.

Leia mais:

Para atender demanda das unidades de Saúde, governo convoca aprovados em concurso público

Cirurgias para correção de lábio leporino estão sendo realizadas no Hospital de Base Ary Pinheiro em Porto Velho


Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Conferência, Governo, Infraestrutura, Rondônia, Saúde


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube